Diretor: Sebastião Lima
Diretor Adjunto: Luís Moniz
Últimas Notícias

A partir de dia 1 de julho, quinta-feira, entrará em vigor na Região Autónoma dos Açores o Certificado Digital COVID da União Europeia (UE).
Este documento permite validar um cidadão como estando vacinado, recuperado da covid-19 ou com teste negativo.
A Direção Regional da Saúde dos Açores tem estado a proceder à integração dos registos vacinais na base de dados do Serviço Nacional de Saúde, em articulação com os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, garantindo a validação desses registos até à entrada em vigor do documento.
Na prática, para comprovar um resultado negativo, o Certificado lê os resultados integrados na plataforma SINAVELab, processo efetuado habitualmente pelos laboratórios da Região. Para comprovar o estado de recuperação nos 180 dias anteriores, o certificado acede à data de recuperação inscrita na plataforma TraceCovid, usada no continente. Para regularização do estado de recuperado de alguns utentes dos Açores, seguirá um email para as Delegações de Saúde.
O certificado é emitido pela SPMS (Serviços Partilhados do Ministério da Saúde), validando a informação existente nos registos do Serviço Nacional/Regional de Saúde, tornando mais fidedigna a validação destas informações.
A forma de leitura do certificado será através de uma aplicação do Instituto Nacional da Casa da Moeda, disponibilizada às equipas dos Aeroportos.
Um utente que pretenda obter o seu Certificado, deve aceder ao portal do SNS24 (www.sns24.gov.pt) e clicar em "Aceder".
Os cidadãos que não tenham meios de aceder aos meios digitais que garantam o certificado podem dirigir-se a qualquer loja da rede RIAC na Região Autónoma dos Açores para o efeito, acedendo ao certificado em suporte fisico.

À ENTRADA NOS AÇORES

No rastreio aos viajantes nos aeroportos e nos portos regionais, estará disponível a leitura dos códigos QR específica para o Certificado Digital. Assim, a partir de 1 de julho existirão três formas de entrada nos Açores:
- Com Certificado Digital COVID da UE de Vacinação ou de Recuperação (os viajantes não precisam de preencher o “mysafeazores” nem de outra validação que não a do certificado e podem entrar sem mais restrições);
- Com Certificado Digital COVID da UE de testagem, ou com o resultado laboratorial, conforme era feito até agora (os viajantes devem preencher o “mysafeazores”, anexando o resultado laboratorial ou o certificado de testagem, e são validados pelo código do portal “mysafeazores”, até para serem elegíveis para o voucher destino seguro);
- Sem certificado e sem resultado de teste (fazem teste à chegada e são introduzidos na plataforma pelas equipas do aeroporto).

A partir desta segunda-feira, 28, começa a ser distribuído por todas as habitações do Concelho da Praia da Vitória o Guia do Comércio Local. A publicação identifica e reúne os contactos das empresas e estabelecimentos comerciais em cada freguesia.
A iniciativa, liderada pelo vereador Tiago Ormonde, com o pelouro da dinamização empresarial e promoção do comércio local, pretende incentivar o consumo no comércio local.
“Por diversas vezes, ouvimos alguém dizer que desconhece que uma determina empresa ou loja existe na sua freguesia. Várias juntas de freguesia foram reunindo dados e apresentando diretórios de serviços e empresas no seu território. Mas achamos que faltava uma listagem global. Esta recolha decorre dessa necessidade. A partir de hoje, cada praiense pode consultar o guia, saber que tipo de estabelecimentos ou empresas tem na sua freguesia ou nas freguesias vizinhas e comprar lá o que precisa. Continuamos a advogar o mesmo: se cada um tiver a preocupação de dirigir uma parte do seu plafond para compras no mercado de proximidade, ajudamos os nossos empresários e comerciantes”, sublinha Tiago Ormonde.
“Cada um de nós trabalha ou tem um familiar, um amigo ou um vizinho que trabalha numa empresa ou num estabelecimento comercial local. Temos o dever de ajudar que esses negócios perdurem, porque, em última análise, estamos a contribuir para o sustento de quem nos é próximo. As empresas e as lojas locais só resistem se venderem. Muitas vezes, por pura conveniência, compramos tudo no mesmo local. Mas se formos direcionando uma parte das nossas compras para esses locais, estamos a ajudar que elas sobrevivam e, até, cresçam”, enfatiza.
Tiago Ormonde agradece a colaboração das juntas de freguesia na inventariação dos negócios.
“A recolha de base estava feita pelas juntas de freguesia, que foram lestos em nos ceder esses dados e nos apoiaram na atualização dos mesmos. Espero que as pessoas compreendam que pode haver negócios que não estão na listagem. Por isso, o nosso objetivo é, com a regularidade possível, proceder à atualização e redistribuição do guia em formato físico”, explica.
“Além disso” - indica Tiago Ormonde – “estamos a trabalhar para que estas informações fiquem disponibilizadas na internet, numa plataforma de fácil consulta e que podemos atualizar regularmente”.
O Guia do Comércio Local insere-se na estratégia municipal de dinamização empresarial e promoção do comércio local.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), na sequência das chuvas intensas que se têm feito sentir desde a madrugada de hoje (25/06/2021) no Grupo Oriental, informa que foram registadas, até ao momento, 22 ocorrências, todas na ilha de São Miguel.
Das 22 ocorrências, 14 foram registadas no concelho de Vila Franca do Campo, quatro em Ponta Delgada e quatro na Povoação. As situações dizem respeito a obstruções de vias, inundações de via, inundações de habitações e ribeiras que transbordaram.
Em Vila Franca do Campo, uma pessoa foi realojada em casa de familiares pelo facto de a sua habitação estar inundada devido à chuva.
Nos locais, para apoio e resolução das diversas ocorrências têm estado as seguintes entidades: Bombeiros da ilha de São Miguel, Direção Regional das Obras Públicas e Transportes Terrestres, Serviços Municipais de Proteção Civil e Polícia de Segurança Pública (PSP), sob coordenação do SRPCBA.
O SPRCBA continua a acompanhar a situação, emitindo novos comunicados sempre que se justifique.

Para mais informações visite o site do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA)

Acerca do Jornal da Praia

Este jornal é um quinzenário de informação geral que tem por objetivo a divulgação de factos, opiniões, debates, ideias, pessoas, tendências, sensibilidades, em todos os domínios que possam ser importantes para a construção de uma sociedade mais justa, livre, culta, inconformada e criativa na Região Autónoma dos Açores.

Este jornal empenha-se fortemente na unidade efetiva entre todas as ilhas dos Açores, independentemente da sua dimensão e número de residentes, podendo mesmo dar atenção primordial às ilhas de menores recursos, desde que tal postura não prejudique a implantação global do quinzenário no arquipélago dos Açores.

Área do assinante