Diretor: Sebastião Lima
Diretor Adjunto: Luís Moniz
Últimas Notícias

O mandatário da candidatura do PSD e CDS-PP à Câmara Municipal da Praia da Vitória, Paulo Ribeiro, assegura que a equipa liderada por Vânia Ferreira “vai tirar a cidade e o concelho do buraco em que a gestão socialista a colocaram”.
“Esta é uma equipa nova, com um novo projeto, e que tem esse objetivo, porque para tudo há uma solução, e esta coligação não tem medo de desafios”, disse após a entrega das listas da coligação no Tribunal da Praia da Vitória, que totalizam 380 candidatos.
“Estamos a mudar os Açores, o PSD e o CDS-PP estão a mudar os Açores. Vamos mudar o concelho da Praia da Vitória. É uma promessa que fica, é uma garantia que nós damos”, afirmou Paulo Ribeiro.
A lista candidata pelo PSD e CDS-PP à Câmara Municipal da Praia da Vitória é encabeçada por Vânia Ferreira, que se faz acompanhar por Paula Sousa, Ricky Batista, Otília Martins, Marco Aurélio, Bruno Nogueira, Vitória Silva, Emanuel Areias, Nuno Silveira, Emiliana Toste, Sónia Ávila, Marco Meneses, Natividade Barcelos, Tiago Meneses, Manuel Humberto, Ana Catarina Borba, Fábio Ferreira, Cristina Silva, Daniel Reis, Lénia Meneses, Jacinta Ribeiro e Rui Espínola. Paulo Luís lidera a lista à Assembleia Municipal.
Quanto aos candidatos às 11 juntas de freguesia do concelho, são eles Hélio Rocha (Agualva), Luís Vieira (Biscoitos), Véria Sousa (Cabo da Praia), John Borges (Fonte do Bastardo), Paulo Sousa (Fontinhas), César Toste (Vila das Lajes), Raquel Mendonça (Porto Martins), Margarida Narciso (Quatro Ribeiras), João Azevedo (Santa Cruz), Zósimo Nunes (São Brás) e Catarina Meneses (Vila Nova).
O mandatário da juventude é Gonçalo Mosa Matos, o mandatário financeiro é Francisco Ávila e a diretora de campanha é Otília Martins.

O grupo de cidadãos “Esta é a nossa Praia” apresentou as candidaturas às eleições autárquicas de 26 de setembro, na Praia da Vitória. “É uma candidatura com projetos concretos, gente competente e, acima de tudo, representa uma mudança de paradigma, sem amarras políticas nem interesses partidários”.
O Mandatário da Candidatura de cidadãos independentes “Esta é a nossa Praia”, o advogado José Adriano Borges Carvalho, entregou, esta manhã de segunda-feira, no Tribunal da Praia da Vitória, os documentos que instroem legalmente as listas de candidatos à Câmara e Assembleia Municipais da Praia, nas eleições do próximo dia 26 de setembro.
“Este grupo de independentes, na sua maioria jovens, abertos ao diálogo, com sentido de responsabilidade e preocupados com o futuro do nosso Concelho, sentiram necessidade de incluir no seu projeto a experiência de alguém que, embora reformado e retirado da atividade política, ainda tem fôlego para ajudar a reconstruir a nossa Praia da Vitória da fragilidade económica e social em que se encontra. Aceitei-o por achar oportuno que, no atual momento democrático, a participação cívica em atos eleitorais, por parte de independentes, enriquece não só o debate político, como, sobretudo, os projetos para o concelho da Praia da Vitória”, afirmou Borges de Carvalho.
“A sociedade civil atual manifesta, por vezes, uma certa saturação da excessiva partidarização da democracia, chegando mesmo a confundir democracia com partidocracia. Este grupo de cidadãos surgiu precisamente para dar oportunidade aos que pretendem participar cívica e ativamente na solução dos problemas do seu Concelho, com liberdade e respeito pelos outros, sem dar lugar aos partidos que tendem a surgir com caráter populista e autoritário. Este projeto surge com vista a unir os Praienses e com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento sustentado e harmónico da Praia da Vitória”, acrescentou.
Acompanhado por Tiago Ormonde, cabeça de lista deste movimento de cidadãos eleitores à Câmara Municipal da Praia da Vitória, e por outros candidatos, o Mandatário frisou que “a candidatura foi formalizada porque contou com mais 900 assinaturas de cidadãos de todas as Freguesias da Praia da Vitória – mais do dobro das assinaturas exigidas por lei – contando com cerca de meia centena de candidatos, nas listas à Câmara e à Assembleia Municipais”.
Tiago Ormonde, candidato a Presidente do Município praiense pela candidatura independente “Esta é a nossa Praia” considerou, por seu lado, que “esta segundafeira, 2 de agostos de 2021, é um dia histórico para a Praia da Vitória, é um grande dia para os seus cidadãos. O apoio de todos os que tornaram este movimento possível, através da sua adesão espontânea; o facto de aqui contarmos com pessoas provenientes de diversos quadrantes ideológicos e sociais, que não se reveem nos projetos político-partidários tradicionais e subjugados a outro nível de interesses e o facto de todos estarmos unicamente empenhados em devolver a esperança de um futuro mais próspero para a nossa Cidade e para o nosso Concelho, do Porto Martins aos Biscoitos, fazem deste dia o dia da Festa da Democracia na Praia da Vitória. A Praia da Vitória merece! Os Praienses precisam!”.
Assegurando que, “muito brevemente”, o Movimento de Cidadãos “Esta é a nossa Praia” dará nota pública das principais linhas programáticas de atuação, Tiago Ormonde sempre foi revelando que esta candidatura “assume como princípio basilar tratar todos os Praienses como iguais, em prol de um Concelho livre, dinâmico e próspero, assente na capacidade dos seus munícipes, cidadãs e cidadãos, na história que glorifica o Concelho e na Cultura que o caracteriza”.
“Não estamos na política para fazer mais promessas ou para propor favores políticos, estamos com o objetivo concreto de trabalhar em prol dos Praienses, ouvindo-os e dando-lhes voz. Queremos, com o apoio de todos, reerguer a Praia, abrindo-lhe novos horizontes e proporcionando ao Concelho e aos seus munícipes uma vida baseada nos valores da Liberdade, da Responsabilidade e da Cidadania. Trata-se, no fundo, de substituir ordens do topo e interesses movidos por agendas políticas e partidárias, por incentivos de base direcionados às pessoas, premiando o mérito em detrimento do companheirismo ou da cor ideológica”, disse o cabeça de lista à Câmara Municipal.
Tiago Ormonde acrescentou, ainda, que para “este movimento independente o nosso partido é a Praia da Vitória”, salientando que “em democracia, as pessoas têm o direito à escolha livre, pelo que, no dia 26 de setembro, terão a oportunidade de eleger um grupo de cidadãos comprometidos apenas com a Praia da Vitória, totalmente dedicado à causa pública, com argumentos diferenciadores e uma visão inovadora para gerir os destinos do Município e do Concelho. Somos cidadãos Praienses, iguais a todos os outros Praienses, cujo objetivo passa também por pressionar o sistema a mudar para melhor. Este modelo de governação partidário é insustentável, tem arrastado a Praia da Vitória para estatísticas e resultados negativas, criando dependências políticas e partidárias nefastas, ao invés de criar riqueza, gerar emprego e proporcionar bem-estar em todo o Concelho”.
Lista candidata à Câmara Municipal da Praia da Vitória EFECTIVOS: 1 – Tiago Lúcio Borges De Meneses Ormonde 2 – Raquel Lemos Borges 3 - Alvarino Ferraz Da Rosa De Meneses Pinheiro 4 – João Pedro Regalo Dos Santos 5 – Maria Da Conceição De Sousa Menezes 6 - Miguel Henrique Martins Capote 7 – Rui Manuel Da Silva Azevedo
SUPLENTES: 1 – Paula Alexandra Paim Silva Ferreira 2 - Marsídia Maria Gomes Da Costa Berenguer, 3 – Filipe Miguel Gomes Ferreira 4 – Jorge Manuel Sousa Ganço 5 - Carla Maria Aguiar Toste Dos Santos 6 - Raquel Vieira Andrade 7- Francisco Borges 8 - Vasco Daniel Gomes 9 - Fabiana Patrícia Garcia Do Amaral 10 - Bruno Medeiros
Lista candidata à Assembleia Municipal da Praia da Vitória EFECTIVOS: 1 – Rita Lemos Borges De Bettencourt 2 – Bruno Manuel De Aguiar Borges 3 - Miguel Da Costa E Bettencourt 4 – Carla Maria Spencer Pereira De Sousa 5 – Orlando Manuel Rodrigues Fontes 6 - Miguel Alexandre Terra Garcia 7 – Carla Marisa Borges Duarte 8 – Luis Carlos da Cunha de Sousa 9 – Pedro Alexandre Da Silva Fagundes 10 - Raquel Sofia Do Rego Santos 11 – Nuno Miguel De Melo Godinho 12 – Sérgio Duarte Ávila Borges Nunes 13 - Carla Marisa Meneses Alves Lourenço, 14 – Orlando Manuel De Sousa Da Silva 15 – Abundio Francisco Oliveira Ramos 16 – Lucélia Margarida Cabral Arruda 17 - Bruno Duarte Moniz 18 – Luis Carlos Braga Bettencourt 19 –Mariana Borges Costa De Meneses Ribeiro 20 - Paulo Berto Cardoso Barbosa 21 – Tiago Alexandre Areia Ávila
SUPLENTES: 1 – Isabel Dinis Barcelos 2 - Helder José Medeiros Lima 3 – Bruno Miguel Nunes Fagundes, 4 – Tatiana Vanessa Amaro Andrade 5 - Vitor Emanuel Da Costa Figueiredo 6 - Tatiana Vanessa Pires Rodrigues 7 - Armando José Ribeiro Fernandes 8 - Magda Marisa Vargas Borges 9 - Catarina Alexandra De Melo Coelho
MANDATÁRIO: José Adriano Borges de Carvalho

A candidata à presidência da Câmara Municipal da Praia da Vitória pela coligação PSD/CSD-PP, Vânia Ferreira, apoia a criação de “um Museu dedicado ao Toiro e à Tauromaquia na cidade”, disse, à margem de uma reunião realizada com a Tertúlia Tauromáquica Praiense, que propôs a iniciativa.
“Queremos criar um espaço dedicado à nossa tradição taurina, com a finalidade de transportar no tempo as suas origens e a sua evolução na Terceira, para que quem nos visite perceba o nosso respeito pelos toiros, como também toda a dinâmica sociocultural que se desenvolveu em torno desta paixão muito terceirense, nomeadamente na tourada à corda”, referiu.
Esse Museu dedicado ao Touro e à Tauromaquia seria então “o lugar de, na Praia da Vitória, compilar histórias, espólio, e homenagear aqueles que dedicam a sua vida às várias tradições taurinas”, avançou a candidata praiense.
Para Vânia Ferreira “a autarquia deve ser um parceiro das entidades que visem promover a tauromaquia, enquanto elemento fundamental da cultura popular do nosso concelho, como é o caso do trabalho desenvolvido pela Tertúlia Tauromáquica Praiense”.
“Com esta reunião, percebemos que é necessário rever o protocolo existente entre a Câmara e esta associação. Não só para que a já famosa Corrida de Toiros das Festas da Praia possa continuar a ser organizada com qualidade, como também para que se possam levar avante a anual Gala Tauromáquica e, ainda desenvolver iniciativas junto dos mais novos, de cariz intergeracional, que permitam a partilha de legado e a promoção desta nossa tradição”, defende a social democrata.
Vânia Ferreira aproveitou ainda a ocasião para fazer referência ao atual Regulamento do Cooperar e Desenvolver na Praia da Vitória, “uma boa ferramenta destinada ao associativismo no nosso concelho, que merecerá também a nossa melhor atenção, para que, por um lado, possa satisfazer de forma transparente, equitativa e eficaz as pretensões das associações na promoção da nossa cultura, e por outro, corresponder aquele que é o caminho que queremos trilhar no município”, concluiu.

Acerca do Jornal da Praia

Este jornal é um quinzenário de informação geral que tem por objetivo a divulgação de factos, opiniões, debates, ideias, pessoas, tendências, sensibilidades, em todos os domínios que possam ser importantes para a construção de uma sociedade mais justa, livre, culta, inconformada e criativa na Região Autónoma dos Açores.

Este jornal empenha-se fortemente na unidade efetiva entre todas as ilhas dos Açores, independentemente da sua dimensão e número de residentes, podendo mesmo dar atenção primordial às ilhas de menores recursos, desde que tal postura não prejudique a implantação global do quinzenário no arquipélago dos Açores.

Área do assinante