Jornal da Praia

PUB

Editorial - Santa Casa da Misericórdia da Praia da Vitória

Quarta, 23 de Abril de 2014 em Editorial 1268 visualizações Partilhar

Editorial - Santa Casa da Misericórdia da Praia da Vitória

A Santa Casa da Misericórdia da Praia da Vitória, teve e tem um papel primordial no combate à pobreza, na luta em prol dos mais débeis e desprotegidos, aconchegando-lhes caridade e assistência, desempenhando uma função imprescindível nos nossos dias, moldados por uma crise económica, financeira, social e de valores, no mundo de hedonismo global, é preciso estar-se atento na luta contra ao aumento súbito da pobreza, o aumento desmesurado do fosso entre ricos e pobres.

No passado dia 6 de Abril de 2014, a Santa Casa Misericórdia da Praia da Vitória, como já vem sendo tradição celebrou o dia de S. Lázaro, com missa solene realizada na Ermida de S. Lázaro, na cidade da Praia da Vitória, propriedade da Santa Casa da Misericórdia desta cidade, celebração presidida pelo Padre Franciscano, Pedro Cabral, que falou eloquentemente no sermão acerca do triunfo da ressurreição sobre a morte, da verdade sobre a mentira, da luz sobre as trevas e do exemplo das misericórdias como meios conducentes, não só a proporcionar a saúde e o bem-estar físico dos mais desprotegidos, mas também a contribuir para a saúde da alma a fim de se obter a salvação eterna.

Na missa em honra de S. Lázaro, participou o coro dos alunos da creche da Santa Casa da Misericórdia, actuando de forma brilhante e exemplar, tendo no final sido muito aplaudido por todos os participantes da referida homilia.

Neste tempo de Quaresma (do latim quadragésima, é o cômputo de 40 dias em ordem a se preparar a celebração do ápice da devoção Cristã: a Paixão da Páscoa), uma missa abrilhantada por um coro infantil leva-nos a parafrasear as seguintes frases do Antigo Testamento “os Céus narram a glória de Deus e o firmamento anuncia as obras das suas mãos”.

Está pois, de parabéns a Santa Casa Misericórdia da Praia da Vitória, o seu ilustre Provedor, Senhor Francisco Ferreira pela luta intransigente no combate à pobreza e na manutenção das tradições daquela altruísta casa.

 

Diretor, Sebastião Lima

Foto/SB