Jornal da Praia

PUB

Quatro Ribeiras no desenvolvimento do concelho praiense

Quarta, 12 de Maio de 2010 em Atualidade 1217 visualizações Partilhar

Quatro Ribeiras no desenvolvimento do concelho praiense Qual o balanço que faz do seu primeiro mandato e deste seu segundo até ao momento?

Eu faço um balanço extremamente positivo, diria mesmo que foi um mandato que superou as nossas próprias expectativas. Foi um mandato no qual eu e a minha equipa conseguimos reunir as condições necessárias para que fossem feitos investimentos estruturantes na Freguesia que já deviam ter sido feitos há já alguns anos.

Ao nível de acessibilidades agrícolas conseguimos que fossem asfaltados três caminhos importantíssimos para a lavoura local, como é o caso do Caminho do Rossio, Caminho do Bairro Alto e o Caminho do Alqueve, este ultimo que é a ligação entre a Canada da Vista e a Canada da Igreja, foi uma obra constantemente prometida pelas Câmaras anteriores e nunca se fez.

A rede viária municipal encontrava-se em péssimo estado tem-se vindo a pavimentar todos esses arruamentos assim como todas as sobras de estrada, construímos o miradouro dos Moinhos, recuperamos o moinho da Zona Balnear, construímos sanitários públicos no miradouro da Canada dos Sousas e electrificamos a zona verde do miradouro tal como a própria via onde não existia iluminação, fizemos um grande investimento no Cemitério da Freguesia para alargar todas as sepulturas, que não tinham as medidas regulamentares, solicitamos á Câmara a cedência do imóvel da Escola Primária, entretanto encerrada, para Sede da Junta de Freguesia, remodelamos esse edifício por completo e não tenho dúvidas em afirmar que é das melhores Sedes dos Açores de uma Junta de Freguesia na qual reservamos uma sala para instalar o Info-centro municipal que está a funcionar em pleno.

Outras duas obras estruturantes para a Freguesia foram a construção do denominado “Centro de Freguesia” e do Pavilhão Gimno-Desportivo, este último ainda em fase de acabamento.

Alem de todas estas obras temos dado todo o apoio necessário que as organizações da Freguesia nos tem solicitado alem de muitas outras intervenções na conservação de chafarizes e outros bens.

Este segundo mandato que previa ser um mandato calmo, começou mal com as intempéries do dia quinze de Dezembro, e tem sido um pouco difícil “atar todas as pontas soltas” e resolver tudo o que há a resolver, mas tudo se está a compor, a Câmara já lançou as suas obras, a SRCTE está a trabalhar na estrada Regional desde o primeiro dia, a nível da Secretaria Regional do Ambiente e do Mar está-se a estudar alguns casos para posterior intervenção e os Serviços Florestais também estão a intervir na sua parte, portanto com muito trabalho e muito esforço da parte de todos as obras estão a avançar.

 

Qual a análise que faz das Quatro Ribeiras actualmente. Como é que vê a sua freguesia em termos de desenvolvimento no futuro?

Actualmente as Quatro Ribeiras é uma Freguesia em desenvolvimento, os investimentos que têm sido feitos tornam a Freguesia mais atractiva e criam melhores condições de vida para as pessoas, logo mais apetecível e mais favorável á fixação de jovens.

Um factor muito importante para o desenvolvimento das Quatro Ribeiras e de qualquer outra Freguesia, é o PDM que agora está a ser revisto e que nessa revisão terá de contemplar novas zonas para construção que é uma das carências que sentimos.

 

Quais os projectos que tem e quer ver concretizados até final deste seu presente mandato?

Esta Equipa recandidatou-se tendo em perspectiva concretizar dois grandes projectos, a compra de terrenos e a construção da Casa Mortuária da Freguesia, e a remodelação completa do Caminho Velho que é uma obra urgente e necessária para as Quatro Ribeiras e em particular para os residentes daquela zona.

O primeiro projecto está muito bem encaminhado, pois estamos a ultimar as coisas para fazermos a escritura da aquisição do terreno, o segundo projecto referente ao Caminho Velho está em fase de estudo por parte da Câmara Municipal mas não tenho dúvida nenhuma que é uma obra para realizar nesta legislatura pois faz parte do Manifesto eleitoral do Dr. Roberto Monteiro e mesmo que não fizesse a palavra dele é garantia suficiente.

Alem destes dois projectos a aquisição de uma habitação social também é uma prioridade para nós para realojarmos uma família que vive em condições precárias.

Desde o passado dia 15 de Dezembro que temos outras preocupações derivadas da intempérie como já referi anteriormente, estamos a avançar com várias frentes de trabalho mas a recuperação da Zona Balnear assume agora particular importância uma vez que é a que está mais atrasada.

 

Qual o seu grande projecto para a freguesia?

O meu grande projecto e da minha equipa sempre foi o de fazer das Quatro Ribeiras um lugar melhor para se viver, penso que temos conseguido fruto dos investimentos que temos conseguido.

 

Uma das lacunas da maioria das freguesias limítrofes às cidades é a falta da população, da qual as Quatro Ribeiras também não está alheia. Quais as áreas de crescimento e no que pode apostar a freguesia para atrair mais população

A falta de população é comum a todas as Freguesias e é um problema que também sentimos. O desenvolvimento faz-se com pessoas e as pessoas atraem-se com investimento, com criação de melhores condições de vida e de emprego.

Como devem ter ouvido na última campanha eleitoral por parte de um partido, que não é o meu, as Quatro Ribeiras foram apontadas como exemplo de desertificação o que não disseram é que durante três mandatos, doze anos, esses senhores não investiram um cêntimo nesta Freguesia, aliás investiram na captação de água para saciar a sede ás Freguesias vizinhas, mais nada, agora tem-se feito obra, as casas que se encontravam á venda aqui tem sido adquiridas por jovens alguns até de fora da Freguesia e a população não tem diminuído o que nos satisfaz.

Para o futuro também como já referi a alteração do PDM em curso terá uma importância preponderante no crescimento da Freguesia nomeadamente na zona entre a Canada dos Sousas e os Biscoitos.

Quais as expectativas que os habitantes da freguesia das Quatro Ribeiras têm para este seu segundo mandato?

Ao certo não lhe sei responder, pois as expectativas de cada um só o próprio as poderá revelar,  o que eu acho é que as expectativas são elevadas, e com legitimidade olhando á obra realizada no primeiro  mandato. 

A própria votação que obtivemos, a melhor de sempre do PS nas Quatro Ribeiras, demonstra que as pessoas acreditam em nós e que esperam mais de nós, e da nossa parte cumpre-nos trabalhar para não defraudar as expectativas criadas e penso que no fim do mandato teremos novamente muita e boa obra realizada.

Jornal da Praia/Rui Marques