Jornal da Praia

PUB

Onde pra a esttua de Jos Cardoso Constantino

Segunda, 25 de Janeiro de 2010 em Opinião 937 visualizações Partilhar

Ilustre homem que nas Fontinhas realizou, numa época em que tudo era dificuldades para quem era pobre, várias obras beneméritas a favor dos mais desfavorecidos desta freguesia praiense. José Cardoso Constantino, pessoa de grande mérito, também não era rico, mas o seu trabalho em prol dos mais pobres levou a que a o bom senso das gentes da freguesia das Fontinhas lhe erguesse uma estátua, no largo da freguesia.

Acontece que, gerações vindouras se acharam incomodados com a dita estátua de José Constantino, por causa das touradas à corda, quem sabe, resolveram retirá-la do local e colocaram-na na oficina do Senhor José Adelino. Vi com os meus próprios olhos, não acreditei no que estava a ver. A estátua, provavelmente feita com todo o carinho e sacrifício, encontra-se deitada num canto como um monte de entulho, à porta da oficina de madeiras da Pena.

É caso para se dizer: que falta de ética, que falta de respeito pelos nossos antepassados e falta de consideração pela figura de José Cardoso Constantino representou naquela época na sua freguesia.

Pessoas que fazem e cometem actos desta natureza, não são dignos de estarem à frente seja do que for na sua terra natal. São pessoas que, brutalmente e irresponsavelmente, levam à ruína as nossas comunidades, destruindo o pouco que os outros fizeram.

A meu ver, a freguesia das Fontinhas, além de promover a recuperação da estátua do ilustre José Cardoso Constantino, tem também de melhorar uma série de infra-estruturas, a exemplo da rede viária ou do saneamento básico, a bem de uma freguesia que adoro desde criança.

Domingos de Silas dos Reis