Jornal da Praia

PUB

Editorial - Eusébio

Terça, 14 de Janeiro de 2014 em Editorial 1443 visualizações Partilhar

Editorial - Eusébio

A morte recente de Eusébio da Silva Ferreira, causou grande assombro e pasmo, pois partiu aos 71 anos de idade do nosso convívio “um dos melhores jogadores de futebol de todos os tempos”, utilizando aquela bela expressão, cheia de humanismo, de um grande jogador de futebol do Real Madrid, Di Stéfano, proferida logo após a morte de Eusébio da Silva Ferreira, o Pantera Negra.

Eusébio nasceu em Moçambique, a 25 de Janeiro de 1942, e ainda muito jovem partiu para Lisboa, a fim de integrar o plantel do Sport Lisboa e Benfica, onde se tornou uma lenda e veio a ser idolatrado.

O vil metal que comanda cegamente a nossa sociedade nunca o moveu, jogou no Benfica e na Selecção Nacional, figura impar e incontestável do futebol Português e mundial, com qualidades inigualáveis, idealizando a sua vida pelo bem, tanto dentro do campo, como fora dele…

A sua engenhosidade inultrapassável, de tratar a bola, o futebol, transformou-o num livro aberto, com um significado transcendente no mundo do desporto.

Deus dotou-o de uma riquíssima técnica iniludivelmente imbatível, e que sempre foi capaz de a cifrar.

Eusébio tornou-se a luz do rosto dos amantes do futebol gravada no coração dos Portugueses, foi um ser anagógico no modo como interpretou as coisas futebolísticas, e as aplicou com hábil técnica, levando-o a ganhar o direito a ser imortal, um dos melhores jogadores do mundo no século XX.

O Eusébio é um símbolo nacional e mundial do desporto, que jamais será esquecido.

Adeus Eusébio, permanecerás nos nossos corações para sempre.

 

Diretor, Sebastião Lima