Jornal da Praia

PUB

Casa das Tias

Quarta, 06 de Maio de 2009 em Opinião 1025 visualizações Partilhar

EDITORIAL

Edificada no século XIX, na Praia da Vitória em frente à Igreja da Misericórdia, com estilo do “Ramo Grande”, a casa das Tias do Professor Vitorino Nemésio, foi objecto de obras de restauro recentemente.

Todos sabemos que a referida casa encontrava-se em ruínas desde o abalo sísmico de 1980, que assolou violentamente esta ilha de Jesus.

A casa das Tias, foi adquirida pela Câmara Municipal da Praia da Vitória há muitos anos para se proceder à reconstrução, e posterior utilização em prol da cultura, como pergaminho e testemunho de uma herança que enobreça a cultura do concelho da Praia da Vitória e desta ilha Terceira.

O Professor Vitorino Nemésio, filho da cidade da Praia da Vitória, capital do Ramo Grande, viveu grande parte da sua infância e juventude na casa das Tias e na sua vasta obra a imortalizou, por isso a Câmara Municipal da Praia da Vitória adquiriu-a, sem dúvida alguma como gesto que ecoa e enobrece o testemunho de uma herança que orgulha todos os Praienses.

Já muitos de nós estávamos fartos de esperar pela reconstrução da casa das Tias de Nemésio, pois as promessas eleitorais ao longo de vários anos choveram diluvianamente, no sentido de que a autarquia Praiense iria reconstruí-la e transformá-la num pólo cultural.

As promessas nunca se concretizaram, nunca passaram de mera demagogia, mas finalmente ao fim de muito tempo, sem que a maioria das pessoas acreditassem, o actual Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Drº. Roberto Monteiro, tomou a iniciativa de concretizar este já velho sonho dos Praienses, que para os incrédulos não passa de um verdadeiro milagre…

A inauguração deu-se no dia 22 de Abril, pelas 17 horas e 30 minutos, e estavam presentes responsáveis autárquicos, regionais, civis, militares e religiosos que assistiram à cerimónia de inauguração, seguindo-se a abertura da exposição de Ramiro Botelho – Pintura, Serigrafia, um Totem e alguns objectos, finalmente os presentes assistiram pelas 21 horas ao Concerto Stabat Mater, por Conjunto de Cordas e Solistas, na Igreja da Misericórdia da Praia da Vitória.

Apraz-nos, aqui saudar o Presidente do Município Praiense e a sua fascinante equipa de colaboradores que ao longo deste seu mandato a pouco e pouco, este sonho tornou-se realidade, fazendo com que muitos Praienses voltem a acreditar que ainda existem políticos capazes de concretizarem com as suas promessas eleitorais.

Sebastião Lima