Jornal da Praia

PUB

Energias Alternativas

Quarta, 01 de Outubro de 2008 em Editorial 793 visualizações Partilhar

Energias Alternativas

O choque petrolífero amplamente debatido está na ordem do dia, e relaciona-se sem sombra de dúvidas com uma das maiores crises financeiras que assolou o sistema capitalista ao longo da sua história.

O Arquipélago dos Açores com uma economia pequena e pacata, está exposto a sofrer drasticamente as consequências da referida crise económica, por isso é oportuno inovar no sector das energias renováveis, energias amigas do ambiente, aumentando cada vez mais a sua capacidade de produção.

Urge às entidades regionais investigar e investir cada vez mais na energia eólica, geotérmica, no hidrogénio, e na energia hídrica, de uma vez por todas que sirva para tornar a nossa região mais competitiva economicamente e energeticamente autónoma.

A Região dos Açores poderá num futuro próximo estar na linha da frente na produção de energias alternativas e amigas do ambiente, aproveitando melhor os nossos recursos naturais e preservando o ambiente, contribuindo para o combate nas alterações climáticas.

A medida de conservar a natureza, apostar na agricultura biológica e diversificada, preservar a raça de gado bovino (ramo grande) para se tornar emblemática da ilha Terceira e mesmo da Região Autónoma dos Açores, deve ser encarada por todos urgentemente e inadiável.

Mas para se conseguir bons frutos, há que estar atento aos interesses instalados que de forma alguma admitem ser ameaçados, muito menos perder os proveitos da comercialização do petróleo, receio que patenteiam perante a possibilidade de virem a perder importância financeira e poder, o que não será tarefa fácil, mas não será impossível combater tais interesses danosos para o bem-estar dos Açorianos. “A nobreza de princípios dos homens mede-se pelos seus actos…”

Sebastião Lima