Jornal da Praia

PUB

Bolieiro defende aproveitamento de soluções de exceção para reestruturar SATA

Sexta, 12 de Junho de 2020 em Atualidade 1285 visualizações Partilhar

Bolieiro defende aproveitamento de soluções de exceção para reestruturar SATA

O presidente do PSD/Açores defendeu que a Região deve aproveitar as “soluções de exceção” aceites pela União Europeia para reestruturar a SATA, lembrando que o Governo da República chegou a acordo com as instâncias europeias para conceder uma ajuda de emergência à TAP.

“É exigível que a definição do caminho de reestruturação da SATA seja feita sem mais demora. Não será compreensível a perda da oportunidade para total aproveitamento das soluções de exceção que agora as diversas entidades e instituições de regulação se mostraram disponíveis para aceitar”, afirmou José Manuel Bolieiro.

O líder social-democrata salientou que, recentemente, o Estado português “finalizou um entendimento com a União Europeia, a propósito da reestruturação e ajuda de emergência à TAP, companhia exposta às mesmas circunstâncias conjunturais, económicas e de regulação da SATA”.

“E pela SATA, o que está a ser feito? O PSD considera que é urgente e absolutamente necessário que o Governo Regional clarifique, também sem demora, qual a sua posição sobre este assunto, que é determinante para a empresa e estratégico para os Açores”, considerou.

José Manuel Bolieiro reafirmou a “opção pela continuidade da SATA na esfera pública”, alegando que a “importância estratégica indispensável” da SATA ficou confirmada nos últimos meses.

“Já se consumiu quase metade deste ano de 2020 e estamos no ponto de, reconhecendo as inesperadas e especiais dificuldades que os últimos meses acrescentaram, olhar o futuro com coragem, ambição e sentido de responsabilidade, adaptando, sem medo, a nossa vida a novas circunstâncias e agindo com determinação e sentido de urgência”, frisou.

Para José Manuel Bolieiro, “impõe-se agir” em defesa da SATA, dado que “ficou reforçadamente demonstrada a indispensabilidade, para a Região Autónoma dos Açores, de uma empresa de transporte aéreo”.