Jornal da Praia

PUB

FESTAS DO IMPÉRIO DA CARIDADE COMEÇAM ESTA SEXTA-FEIRA

Quinta, 26 de Setembro de 2019 em No Concelho 473 visualizações Partilhar

FESTAS DO IMPÉRIO DA CARIDADE COMEÇAM ESTA SEXTA-FEIRA

As festas do Império da Caridade, nas Figueiras do Paim, freguesia de Santa Cruz, cidade da Praia da Vitória, iniciam-se esta sexta-feira, 27 de setembro e prolongam-se até à próximo quinta-feira, 03 de outubro.

Em boa verdade, estas festividades que assinalam uma profunda devoção ao Divino Espírito Santo, começaram no passado dia 23, data a partir da qual, os irmãos reúnem-se no Império pelas 21:00, para em união orarem à terceira pessoa da Santíssima Trindade.

Mas, na linha da boa tradição destas ilhas, ao espiritual junta-se também o profano, e é exatamente a partir desta sexta-feira que as manifestações populares começam a animar o lugar das Figueiras do Paim.

Assim, pelas 06 da tarde, acontece o tradicional “Pézinho”. A concentração faz-se no Largo da Luz, com o Cortejo a descer a rua de Jesus, a atravessar a Praça Francisco Ornelas da Câmara e a seguir pela rua de Baixo em direção ao Império, onde pelas 21:00, irá rezar-se o Terço.

O sábado, 28, está reservado às cantigas ao desafio, com os improvisadores Bruno Oliveira, Fábio Ourique, José Eliseu, José Esteves, Marcelo e Roberto Toledo a subirem ao palco pelas 21:30. Antes, pelas 21:00, reza-se o Terço ao Divino Espírito Santo.

No domingo, 29 de setembro, haverá pelas 14:00, distribuição de Bodo e almoço na sede da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória. Antes, às 12:00, na Igreja Matriz de Santa Cruz, celebrar-se-á uma Missa, seguida de Coroação e Cortejo do Divino Espírito Santo. A noite de domingo culmina com a cantora praiense Joana Pacheco a subir ao palco das Festas pelas 21:30.

Na noite de segunda-feira, 30, a Filarmónica União Praiense dará um concerto pelas 21:00. Este 4.º dia das “Figueiras do Paim 2019” inicia-se pelas 19:00, com um Missa na Igreja Matriz, em honra de todos os irmãos do Império, seguindo-se às 20:00, Cortejo de Mudança de Coroa acompanhado pela Filarmónica União Praiense.

Na terça-feira, 01 de outubro, a animação musical das Festas está a cargo do cantor Francisco Ourique, que subirá ao palco pelas 22:00.

A 02 de outubro, quarta-feira, terá lugar a primeira tourada à corda das festividades, com as gaiolas a abrirem-se pelas 17:00, para a lide dos 4 bravos com ferros de Humberto Filipe. A Festa prossegue à noite, com o concerto da banda “Os UZHOMS” pelas 22:00.

As festas do Império da Caridade 2019 terminam a 03 de outubro, com a popular quinta-feira das Figueiras do Paim. Para este dia, como é tradição está agendada uma excursão ao tentadero da Casa Agrícola José Albino Fernandes pelas 10:00. Os touros percorrem o arraial a partir das 17:00.

HISTÓRIA RECENTE

Este ano, a Comissão do Império com a colaboração de várias empresas locais lançou um caderno Programa. No mesmo, é apresentado o historial do Império nos últimos anos com referência a 2016.

“No ano de 2016 o Império da Caridade atravessava um período difícil que o impossibilitou de voltar a marcar presença nos roteiros do Culto ao Divino Espírito Santo como até então tinha acontecido”, lê-se na 3.ª página.

Esta circunstância levou um grupo de 10 irmãos a unirem esforços num projeto de recuperação do Império nas suas diversas vertentes. Fruto dos esforços de Carlos Parreira, Paulo Rocha, Manuel Ortiz, Marco Borges, Adalberto Couto, Vielmino Ventura, José Aurélio Borges, Jorge Barcelos, João Mendes e Paulo Sousa, a que se juntou o contributo de muitos outros irmãos, locais e da diáspora, o império foi conquistando um espólio que o programa inventaria:

Altar em Madeira; Cortinas, cortinados, abraços; Remodelação das galerias de madeira; Tapete; Sistema de iluminação com candeeiro de teto; Ornamentação da Coroa de Latão; Pendão e respetivos terminais; Bandeira de mastro; 6 cestos de bodo e respetivas toalhas em pano de linho; 30 mesas e 250 cadeiras; Frontais de ornamentação das janelas do Império; 20 alguidares de alcatra; e uma Coroa de prata.

Todo este rico espólio foi conseguido graças à generosidade de muitos irmãos, mas também graças à perseverança, dedicação e árduo trabalho deste grupo de 10 irmãos, que incansavelmente promoveram um vasto número de eventos de angariação de fundos.

Mas a garra deste novo grupo não se fez sentir apenas ao nível dos bens materiais. Também as festividades ganharam um novo fôlego. Foi recuperado a tradicional ida ao mato em autocarro, o “Pézinho” passou a ser seguido de jantar de irmãos, implementou-se uma Mudança de Coroa com todos os impérios de Santa Cruz  e até o arraial das tradicionais touradas à corda passou a dispor de um palanque.

Mais recentemente o grupo alterou-se ligeiramente, sendo atualmente constituído por: Carlos Parreira; Carlos Vieira; Carlos Rocha; Paulo Rocha; Daniel Reis; Jorge Barcelos; Adalberto Couto; Michael Noel; Vânia Ferreira; Isménia Landeiro; Vanessa Correia; e Berto Cabral.

A nova Comissão continuou o projeto vindo da Comissão anterior de recuperação da Despensa, visando a sua dinamização como Centro Interpretativo ao Culto do Espírito Santo, projeto que está presentemente em fase de candidatura à GRATER. E já procedeu a novas aquisições tais como: Louças com marca “Império da Caridade”; Tachos; 20 insígnias com terminal em 3D com símbolo do Divino Espírito Santo; Frontais para proteção da frente do Império nas touradas; Cestos de vimes de tamanhos diversos; e Bandeira para pendão.

Este grupo de voluntários está de parabéns. Como cidadãos ativos da sociedade onde se inserem, trabalharam e trabalham para perpetuar as nossas tradições – legado identitário das gerações futuras – juntemo-nos a eles nesses dias de alegria e façamos das Figueiras do Paim um numeroso arraial de amigos.

JP