Jornal da Praia

PUB

PS/PRAIA REÚNE COM NOVA DIREÇÃO DO CENTRO DE APOIO À DIFICIÊNCIA

Segunda, 01 de Julho de 2019 em No Concelho 64 visualizações Partilhar

PS/PRAIA REÚNE COM NOVA DIREÇÃO DO CENTRO DE APOIO À DIFICIÊNCIA

O secretário coordenador da secção do Partido Socialista (PS) da Praia da Vitória, Osório Silva, esteve recentemente no Centro de Apoio à Deficiência (CAD) desta cidade, onde participou numa reunião de trabalho com a nova direção.

Segundo aquele responsável socialista, a iniciativa insere-se numa política de proximidade aos concidadãos e instituições de Santa Cruz, constituindo um dos pilares estruturantes da ação deste mandato do atual secretariado.

“O PS/Praia inicia, hoje, um novo ciclo na vida desta estrutura político partidária, com o reforço da proximidade junto das instituições de Santa Cruz, sempre com o objetivo de ouvir e contribuir para a criação de uma sociedade mais justa e coesa que é algo que depende de todos nós, cidadãos com sonhos assentes na promoção da qualidade de vida da comunidade. O CAD foi implementado com estes princípios que nos contagiam”, começou por dizer Osório Silva aos órgãos de informação.

O líder socialista que é também vice-presidente do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, sublinhou a qualidade do edifício a bem de todos aqueles que dele precisam.

“O espaço que visitamos oferece excelentes condições que possibilitam a valorização das pessoas com necessidades especiais, sendo este edificado constituído por gabinetes técnicos e administrativos, refeitório, ginásio, cozinha, zonas de banho assistido, sanitários, quartos simples e duplos, lavandaria, sala de estar, sala de jantar, sala de atividades, sala de convívio, gabinete médico e estacionamento exterior”.

Por fim, Osório Silva, realçou a envolvência de toda a comunidade na vida do CAD. “Há que referir que a nossa comunidade tem abraçado os projetos desta instituição com muita dedicação, o que é evidente não só pelo apoio que tem vindo a ser dado por diversas entidades públicas e privadas, mas também pela forma como os seus utentes são acolhidos nas mais diversas atividades em que tem vindo a participar”, concluiu.

JP