Jornal da Praia

PUB

TRÊS DOCES DA TERCEIRA FINALISTAS REGIONAIS DAS SE7E MARAVILHAS DOCES DE PORTUGAL

Sexta, 28 de Junho de 2019 em Atualidade 265 visualizações Partilhar

TRÊS DOCES DA TERCEIRA FINALISTAS REGIONAIS DAS SE7E MARAVILHAS DOCES DE PORTUGAL

O Alfenim, a Dona Amélia e o Pudim Conde da Praia estão nomeados como finalistas regionais do Concurso 7 Maravilhas Doces de Portugal. A votação está em curso e termina com o programa de apresentação dos Doces dos Açores, a transmitir em direto pelo Canal 1 da RTP, no dia 15 de julho, entre as 09 e as 12:00 horas e das 13 às 16:30 horas.

A votação é feita através de chamada telefónica que tem um custo de 0,60€ + IVA, sendo que o número de chamadas que se pode fazer para votar no mesmo doce é ilimitado.

A Dona Amélia é uma candidatura conjunta das cidades de Angra do Heroísmo e Praia da Vitória, apadrinhada por Joel Neto.

Vote através do número 760 107 066.

É um bolo típico da ilha Terceira, feito de farinha de milho, coberto por açúcar em pó e com um aroma intenso a canela e mel de cana.

Adquiriu o seu nome aquando da visita dos reis de Portugal, D. Carlos e Dona Amélia à Terceira, em 1901. Reza a história que foram oferecidos os melhores bolos que se faziam na ilha e a rainha apreciou tanto que se rebatizaram em sua honra de “Bolos Dona Amélia”.

O Alfenim é uma candidatura conjunta das cidades de Angra do Heroísmo e Praia da Vitória.

Vote através do número 760 107 064.

O Alfenim é um doce feito com açúcar, água e vinagre, antiga receita oriental com uma longa história. Chegou à Península Ibérica pelas mãos dos árabes que lhe chamavam “al-fenid” que significa aquilo que é branco, alvo. Os espanhóis levaram-no até ao México e os portugueses até ao Brasil. Do continente passou para os Açores e é, sobretudo, nas ilhas Terceira e Graciosa que a tradição se manteve. Esta tradição está associada às festas do Divino Espírito Santo, as peças em forma de animais, flores, corações e figuras antropomórficas, brancas e opacas, que resultaram da moldagem do açúcar em ponto, são oferecidas como promessas religiosas. Este doce integra um misto de arte e devoção.

O Pudim Conde da Praia tem como madrinha a Letícia Vieira e é uma candidatura da cidade de Angra do Heroísmo.

Vote através do número 760 107 068.

O Pudim Conde da Praia terá sido criado pelas religiosas do Convento de São Gonçalo (Angra do Heroísmo), no final do século XVIII.

Inicialmente designado como Pudim de Batata da Terra é hoje conhecido como Pudim Conde da Praia, uma vez que era muito apreciado por Teotónio Ornelas Bruges, 1.º Conde da Praia da Vitória e herói terceirense do Liberalismo.

GI-MAH/JP