Jornal da Praia

PUB

A importância da leitura e da escrita

Sábado, 20 de Abril de 2013 em Opinião 1354 visualizações Partilhar

A importância da leitura e da escrita

Desde criança, antes de aprender a ler, que tive contacto com os livros, minha mãe lia-me muitos contos ao deitar, alguns populares, outros mais modernos, desde a fantasia à aventura. Minha avó lia-me jornais todos os meses. Mais tarde li-os sozinha e aprendi muito.

Ao iniciar-me na escola liguei-me muito aos livros, adorava aprender coisas novas, palavras, números, cálculos, histórias, autores, lugares, línguas e as diversas ciências.

Sempre vi um amigo num livro, num caderno ou num jornal, esses são quase como um professor, ensinam muito mais do que um monte de colegas. Muitas vezes refugiava-me na biblioteca a ler e a escrever, deixando os meus e minhas colegas de lado.

Sempre fui das melhores alunas e aprendi muito com os mágicos de folhas, sei muitas histórias e interesso-me por diversos assuntos, inspirando-me facilmente para escrever seja qual for o tema.

Um leitor atento percebe que um livro ou um jornal é um mundo, é alguém ou um grupo de pessoas com cultura. Só os mais inteligentes sabem aproveitar o benefício de um livro ou de um jornal!

Seja qual a sua categoria, um livro ou um jornal tem sempre mais valor do que uma conversa com algumas pessoas. Pois as páginas escritas com finura e beleza singular enriquecem as mentes e não costumam magoar, enquanto as pessoas, às vezes, parecem venenosas e más que quase nos açoitam com as palavras frias e amargas como pedras que vomitam desnecessariamente só para se rirem uns dos outros…

Vejo o caminho das letras como um paraíso! A escrita foi das melhores invenções humanas e o jornal também. As notícias correm em segundos e espalham-se em vários locais entrando na casa, ou no olhar, ou no coração, ou na memória de muitos aficionados de leitura jornalística ou não.

Texto/ Lénia Aguiar | lenia.aguiar@live.com.pt