Jornal da Praia

PUB

PRAIA DA VITÓRIA ASSINALA DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

Quarta, 17 de Abril de 2019 em No Concelho 189 visualizações Partilhar

PRAIA DA VITÓRIA ASSINALA DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

Está marcada para o próximo dia 18 de abril, a conferência de comemoração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, na Academia de Juventude e das Artes da Ilha Terceira. O encontro será subordinado à temática do “Património e paisagem rural”, com abordagens de Assunção Melo, sobre “A Arquitetura Típica do Ramo Grande”, e de Pedro Parreira, sobre “Arqueologia: Um Tesouro Escondido na Praia da Vitória”.

Esta iniciativa, “além de colocar em destaque todo o nosso património e história”, pretende ser um momento “para olharmos os marcos históricas do nosso Concelho numa perspectiva de preservação e de valorização, garantindo a sua sustentabilidade e conferindo-lhe uma maior atratividade turística”.

Quem o reconhece é Carlos Armando Costa, Vice-presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, acrescentando ainda que “queremos que a nossa sociedade civil participe neste encontro e apresente propostas que nos ajudem a preservar e potenciar o nosso património e paisagem rural. Creio que os temas abordados durante este encontro podem auxiliar-nos nesse sentido”.

A Direcção-Geral do Património Cultural, em colaboração com o ICOMOS Portugal, impulsiona a divulgação deste tema com a finalidade de promover o entendimento das zonas rurais enquanto paisagem e da paisagem enquanto património, estimulando a percepção de territórios em permanente mutação, que acumulam os saberes e as práticas decorrentes de uma vivência continuada, em constante adaptação aos imperativos ambientais, culturais, sociais, políticos e económicos.

A consciência da fragilidade e mutabilidade destes recursos, da sua consequente necessidade de conservação e salvaguarda, e da ligação intrínseca entre património, paisagem rural e desenvolvimento sustentável cria assim oportunidades para sensibilizar comunidades e públicos, para reforçar laços identitários e para criar perspectivas de futuro, alicerçadas no reconhecimento da importância da cultura e do património enquanto elementos aglutinadores das comunidades.

GP-MPV/JP