Jornal da Praia

PUB

LIFE CWR APOSTA NA VALORIZAÇÃO DO PATRIMÓNIO NATURAL JUNTO DAS NOVAS GERAÇÕES

Sexta, 01 de Fevereiro de 2019 em No Concelho 33 visualizações Partilhar

LIFE CWR APOSTA NA VALORIZAÇÃO DO PATRIMÓNIO NATURAL JUNTO DAS NOVAS GERAÇÕES

No âmbito do Dia Mundial das Zonas Húmidas, a Câmara Municipal da Praia da Vitória (CMPV) promoveu, através do projeto LIFE CWR, uma ação de sensibilização que envolveu crianças das eco-escolas do Concelho com idades entre os três e os seis anos, a fim de sensibilizar os mais pequenos para a importância das questões ambientais e valorização do património natural local.

A iniciativa, que decorreu no Centro de Interpretação Ambiental da Infraestrutura Verde Húmida Costeira da Praia da Vitória na quinta-feira, 31, consistiu em dois momentos teórico-práticos sobre sustentabilidade ambiental. Numa primeira instância foram abordados os conceitos de energia solar, assim como a captação e utilização de águas pluviais. O segundo momento teve por base a observação de aves, uma prática apreciada por quem visita os Pauis que integram a Praia da Vitória.

Esta ação de sensibilização teve o apoio da Unidade de Saúde da Ilha Terceira (USIT) na preparação de um lanche orientado pelos nutricionistas desta entidade e constituído por produtos locais.

Segundo Raquel Borges, vereadora da CMPV, "a sensibilização ambiental efetuada no âmbito do projeto LIFE CWR tem por base a valorização do nosso património natural, extremamente rico e diversificado. Pretendemos com esta iniciativa alertar as crianças para a sustentabilidade do meio-ambiente, apostando na sua preservação. Naturalmente, e para além dos mais pequenos, apostamos num conjunto de ações que abrangem pessoas de todas as faixas etárias no âmbito do Dia Mundial das Zonas Húmidas, nomeadamente palestras e encontros que promovam as nossas mais-valias naturais".

"O projeto Life CWR tem apostado na criação de uma consciência ambiental a nível local. Esta consiste na promoção de ações que envolvam a comunidade e permitam dar a conhecer, no caso das crianças, ou reforçar, no caso dos adultos, um conjunto de práticas essenciais à manutenção do meio-ambiente. Nos últimos anos, as ações ocorridas envolveram cerca de 9000 pessoas, o que vem incentivar a continuidade do nosso trabalho, assim como a atribuição do prémio Município do Ano 2018, algo do qual dos orgulhamos", referiu.

O Centro de Interpretação Ambiental, situado na freguesia do Cabo da Praia, foi criado com o intuito de apoiar a educação ambiental no Concelho e na Ilha Terceira e reforçar a atividade de observação de aves. Este dispõe de vários espaços pedagógicos e lúdicos ao nível de conteúdos na vertente ambiental dos vários níveis de ensino.

GP-MPV/JP