Jornal da Praia

PUB

CDS DEFENDE DESENVOLVIMENTO DA PRAIA DA VITÓRIA ASSENTO EM 5 PILARES FUNDAMENTAIS

Quinta, 31 de Janeiro de 2019 em No Concelho 130 visualizações Partilhar

CDS DEFENDE DESENVOLVIMENTO DA PRAIA DA VITÓRIA ASSENTO EM 5 PILARES FUNDAMENTAIS

A estrutura concelhia do Centro Democrático Social (CDS) da Praia da Vitória, presidida por Andreia Vasconcelos, reuniu no passado dia 24 de janeiro, para análise do estado de desenvolvimento do concelho, ponderando as potencialidades e vulnerabilidades do mesmo e em consequência definir a ação política concelhia para 2019.

Dos trabalhos, os centristas identificaram um modelo estratégico de desenvolvimento assento em “cinco pilares fundamentais” que: Reforce e dinamize a atividade no centro histórico; Incentive o empreendedorismo e o investimento privado, numa lógica de crescimento sustentável e de criação de mais postos de trabalho; Alie a riqueza cultural e histórica ao turismo de natureza na sustentação do destino turístico da Praia da Vitória; Privilegie a transparência, a responsabilidade e o equilíbrio das contas municipais.

Para o CDS, as vulnerabilidades do concelho devem ser enfrentadas com lucidez. “Não podemos condescender perante os desafios que a Praia da Vitória tem e terá pela frente nos próximos tempos. Devemos exigir uma gestão autárquica responsável, que coloque as pessoas como prioridade absoluta da sua ação”, dizem.

“Não é admissível que a Câmara Municipal da Praia da Vitória continue a prejudicar os praienses com uma gestão insustentável das contas municipais. Não é admissível que a Câmara Municipal da Praia da Vitória continue a propagar ilusões, quando os velhos problemas continuam a persistir. Não é admissível que a Câmara Municipal da Praia da Vitória continue alienada da realidade, ignorando aquilo que tanto a oposição como o Tribunal de Contas lhe diz”, acusam.

O CDS da Praia da Vitória lembra que, por mais de uma vez, reivindicou políticas estratégicas concertadas nas mais diversas áreas, entre as duas Câmaras da ilha. E assim congratulam-se “que os socialistas terceirenses tenham dado razão ao CDS e, pela primeira vez, os dois concelhos vão juntos à Bolsa de Turismo de Lisboa, promover a ilha como um produto turístico único”, recordam.

Sustentam ainda os populares praienses que o modelo estratégico que preconizam reúne as condições “para que os praienses se mantenham no seu concelho e que haja uma maior atratividade, não só para o investimento privado como também para pessoas que se queiram fixar no concelho” e por isso deve merecer da parte dos decisores políticos, “uma postura atenta, responsável e determinada”.

CDS-C/JP