Jornal da Praia

PUB

BOMBEIROS DA PRAIA VICE-CAMPEÕES DO MUNDO EM TRAUMA

Segunda, 29 de Outubro de 2018 em Atualidade 47 visualizações Partilhar

BOMBEIROS DA PRAIA VICE-CAMPEÕES DO MUNDO EM TRAUMA

A equipa da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória (AHBPV), constituída por Bruno Espínola, Carlos Pacheco e Fernando Leite, classificou-se em 2.º lugar da geral na categoria de Trauma, no “World Rescue Challenge 2018” que decorreu de 20 a 26 outubro, na cidade do Cabo, África do Sul, depois de classificada em terceiro lugar na prova “standard” e em segundo lugar na prova complexa, sagrando-se vice-campeões do mundo em Trauma.

Nos últimos três anos as equipas da AHBVPV têm vindo a conquistar lugares de relevo nesta competição de índole mundial. Em 2016, em Curitiba, estado do Panamá, Brasil, os bombeiros da Praia classificaram-se em 4.ª lugar e no ano seguinte, obtiveram o título de campeões do mundo, no "World Rescue Chalenge 2017", que decorreu em Târgu Mures, na Roménia, de 30 de agosto a 03 de setembro.

O “World Rescue Chalenge” é uma competição que põe à prova procedimentos de socorro a vítimas, com simulacros de acidentes o mais próximo da realidade possível. Para além da componente competitiva, o evento proporciona aos participantes uma rica aprendizagem pela partilha de experiências e saberes entres bombeiros dos quatro cantos do mundo. No “World Rescue Challenge 2018” participaram 55 equipas, provenientes de diferentes países.

Nesta tarde de segunda-feira, a Câmara Municipal da Praia da Vitória (CMPV) recebeu e congratulou, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, os bombeiros AHBVPV que foram vice-campeões.

O Presidente da CMPV, Tibério Dinis, congratulou a equipa de bombeiros praiense pelo resultado alcançado na prova mundial e pelo trabalho que desenvolvem em prol da segurança da população da Praia da Vitória e da Ilha Terceira.

“É de salientar o trabalho que é feito por estes homens junto de uma comunidade bastante alargada. A AHBVPV tem sido um grande motivo de orgulho para o concelho da Praia da Vitória, alcançando um lugar de destaque e referência em termos regionais e nacionais. Pelo segundo ano consecutivo, está na elite dos bombeiros no mundo na capacidade de resposta em situações de trauma”, frisou o edil praiense.

“Orgulhamo-nos também do facto de, para o ano, e na qualidade de vice-campeã mundial, recebermos o Campeonato Nacional de Trauma, demonstrando que a Praia da Vitória dispõe de uma equipa de bombeiros com muito potencial e com condições de excelência para acolher uma prova desta índole,” acrescentou o autarca.

O Município da Praia da Vitória presentou o Presidente da Direção da AHBVPV, Luís Vasco Cunha, o Comandante Alexandre Cunha, e os bombeiros participantes, Bruno Espínola, Carlos Pacheco e Fernando Leite, com uma pequena lembrança pela brilhante prestação que tiveram no Campeonato Mundial de Trauma e Desencarceramento 2018.

Também o presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, felicitou a equipa da AHBVPV. “Esta excelente prestação, que prestigia a Região Autónoma dos Açores, é bem demonstrativa do nível de competência, de treino e de preparação dos Bombeiros da Praia da Vitória, à semelhança do que se verifica com outras Corporações dos Açores, o qual só é possível com muito trabalho e dedicação dos seus elementos”, lê-se na mensagem hoje enviada aos bombeiros da Praia.

Na mensagem, Vasco Cordeiro, salienta ainda que esta honrosa classificação “constitui motivo de inspiração acrescida para todos aqueles que, no deu dia-a-dia, empregam o melhor do seu tempo e do seu esforço a prestar apoio aos seus concidadãos”.

Para o comandante da AHBVPV, Alexandre Cunha, este resultado só foi possível através da dedicação e trabalho dos seus camaradas, que foram sempre apoiados pela Câmara Municipal da Praia da Vitória, pela Associação Nacional de Salvamento e Desencarceramento e pelo Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores.

“No ano anterior fomos campeões no Campeonato Mundial de Trauma e Desencarceramento e este ano obtivemos o segundo lugar, o que comprova que estes bons desempenhos não são fruto do acaso. São fruto do empenho e dedicação destes bombeiros, que muitas vezes privam as suas famílias da sua presença em prol da segurança dos outros. Destaco também o apoio da Câmara Municipal da Praia da Vitória, assim da Associação Nacional de Salvamento e Desencarceramento e do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores”, referiu Alexandre Cunha.

GP-MPV/ GaCS/PC/JP