Jornal da Praia

PUB

CANTO DO TERESINHA - Regresso do Pródigo

Sexta, 05 de Abril de 2013 em Opinião 761 visualizações Partilhar

CANTO DO TERESINHA -  Regresso do Pródigo

Na cidade da Praia existe uma pequena rua mesmo à ilharga do Lar D. Pedro V que passa muitas vezes despercebida, a rua Mateus Álvares, um humilde cidadão que foi executado por se haver feito passar pelo desaparecido D. Sebastião.

Veio isto à memória de Canto do Terezinha ao saber que o Licenciado em Engenharia (o que não é a mesma ciosa que engenheiro…) Pinto de Sousa (José Sócrates Pinto de Sousa), ex-primeiro ministro que levou o país à bancarrota, estudante em Paris em condições que honram uma burguesia que se preze, iria regressar a Portugal como comentador, o que naturalmente alegrou os marxistas e socialistas, especialmente no arquipélago dos Açores. Ah, e a maçonaria caseira. Ah, e todos os que querem viver à custa alheia, seja da europa, da américa, da china, mesmo dos portugueses em geral.

Canto do Terezinha, que está a ficar velho e calejado, lembrou-se daquele caso em que o gerente e director financeiro duma empresa desataram a fazer dívidas a torto e a direito de tal sorte que em 6/7 anos levaram à falência a firma, velha de centenas de anos. Os donos, coitados, gente honrada e que pensavam que tudo ia bem, tiveram de recorrer a amigos para sobreviver, os quais lhes emprestaram dinheiro para pagar os ordenados do pessoal e ir pagando a fornecedores.

Bom, a dita empresa lá se foi aguentando, mas sem conseguir dinheiro para investimento, tal o tamanho do buraco nas contas, apesar de haver sócios (amigos do gerente e do director financeiro…) que estavam sempre a pedir crescimento, mais aumentos de ordenado, mais investimento, sem nunca dizerem donde viria o dinheiro.

E eis senão quando se torna necessário aconselhamento para tomarem as medidas certas para a recuperação da empresa, e a administração vai buscar quem? Pois o gerente e director financeiro que tinham levado a firma à bancarrota…!?

Canto de Terezinha não se lembra já onde isto se passou, mas julga que depois foram todos objecto de processo para interdição por demência… É seguramente Seguro!...

E esta, ah?...

 

Foto/ Sónia Bettencourt