Jornal da Praia

PUB

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA: “A CIMEIRA NIXON-POMPIDOU E A OBJECTIVA DE MÁRIO PEREIRA DA SILVA”

Quarta, 10 de Outubro de 2018 em Atualidade 71 visualizações Partilhar

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA: “A CIMEIRA NIXON-POMPIDOU E A OBJECTIVA DE MÁRIO PEREIRA DA SILVA”

No dia 13 de outubro (sábado), pelas 15h30, é inaugurada, na galeria do Instituto Açoriano de Cultura, uma exposição sobre a Cimeira Nixon-Pompidou do fotógrafo Mário Silva.

Mário Pereira da Silva, natural da Figueira da Foz (1921), veio ainda jovem para a Terceira, ingressando, em 1946, na United States Navy sediada na Base Aérea nº 4, onde permaneceu até à sua morte (2009). Cedo começou a dedicar-se à fotografia, deixando-nos um vasto e valioso património fotográfico das gentes e dos acontecimentos da Terceira, nomeadamente da Cimeira Nixon-Pompidou, em 1971, do 25 de Abril de 1974 e do sismo de 1980. Reconhecido em vida, muitos dos seus trabalhos foram expostos entre 1953 e 2009.

Com esta exposição, coordenada por Carlos Guilherme Riley e Mário Correia, o Instituto Açoriano de Cultura (IAC) presta homenagem a Mário Silva e ao trabalho que levou a cabo durante a Cimeira Nixon-Pompidou. Cimeira que, recorde-se, agitou as águas da política internacional e acelerou o coração moribundo da ditadura portuguesa, embora Marcello Caetano pouco mais tenha sido do que um figurante entre Richard Nixon e Georges Pompidou, apesar do seu papel de anfitrião.

Se temos, de um lado, a ilha Terceira, lugar calmo, no meio do Atlântico, onde há muito os norte-americanos possuíam instalações e um fotógrafo que ali trabalhava. Temos, do outro lado, um encontro político ao mais alto nível entre os presidentes dos Estados Unidos da América e da França, para discutir os destinos do mundo, com enfoque na profunda crise económico-financeira. E pelo meio temos, não menos relevante, outras personagens, figurantes vários, relações de força, expressões, memórias e imagens de uma época ou um conjunto de histórias que se encontram dispersas por variados arquivos, nos EUA, em França, em Portugal.

A exposição, onde se incluem várias fotografias de um Richard Nixon descontraído e sorridente, é enriquecida com a publicação de uma brochura ilustrada que inclui um conjunto de textos onde se faz o enquadramento da Cimeira e se assinala a qualidade do trabalho fotográfico de Mário Pereira da Silva, da autoria de: Álvaro Monjardino, Carlos Guilherme Riley, José Guilherme Reis Leite, Luiz Carvalho, Mário Correia, Mário Mesquita, Miguel Estanqueiro Rocha e Nuno Esteves da Silva.

IAC/JP