Jornal da Praia

PUB

DEPUTADOS REGIONAIS FAVORÁVEIS À CONSTRUÇÃO DE TERMINAL DE CRUZEIROS NA PRAIA DA VITÓRIA

Quarta, 19 de Setembro de 2018 em Atualidade 167 visualizações Partilhar

DEPUTADOS REGIONAIS FAVORÁVEIS À CONSTRUÇÃO DE TERMINAL DE CRUZEIROS NA PRAIA DA VITÓRIA

O projeto de resolução inicialmente apresentado pelo PSD/Açores e depois substituído por iniciativa parlamentar conjunta de todas as bancadas que recomenda ao Governo Regional a construção de um cais de cruzeiros na ilha Terceira, no molhe norte do Porto da Praia da Vitória (porto dos americanos), foi esta tarde, aprovado por unanimidade, na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, na cidade da Horta, naquela que é a sessão plenária de setembro que decorre até à próxima sexta-feira.

A iniciativa a votação é muito similar ao projeto de resolução dos sociais-democratas, apresentado em conferência de Imprensa na tarde de 18 de março, por Luís Rendeiro, Mónica Seidi e César Toste, na sede concelhia do partido, na Praia da Vitória. Frisavam os deputados que o estudo camarário prevê uma comparticipação comunitária de 85% do investimento, existe os consensos necessários faltando apenas e sublinham, “a vontade política do Governo Regional”.

O projeto de resolução agora sufragado por todos os representantes do povo, recomenda ao Governo dos Açores a construção de um terminal de cruzeiros e navegação inter-ilhas nos exatos moldes e de acordo com o estudo de viabilidade técnica, económica e financeira apresentado pelo ex-presidente da edilidade praiense, Roberto Monteiro, a 10 de julho de 2017, também em conferência de imprensa.

Na ocasião, Roberto Monteiro, defendeu que a infraestrutura a ser construída contribuiria significativamente para a promoção do emprego e consequentemente para o desenvolvimento não só do concelho praiense como de toda a ilha e Região, qualificando-a de “PREIT Plus”, numa alusão ao programa do Governo dos Açores destinado a mitigar os impactos económicos provocado pelo “downsizing” dos militares norte-americanos na base das Lajes. Sustentava o autarca que a infraestrutura diretamente criaria um mínimo de 30 novos postos de trabalho, para além de muitos outros que irá prorporcionar de forma indireta.

Realizado pela empresa “Consulmar”, o estudo prevê um custo inicial que poderá oscilar entre 10 a 15 milhões de euros, com aproveitamento do cais americano existente e, em caso de opção por uma construção de raiz, entre os 15 e os 20 milhões de euros.

A resolução esta tarde aprovada não tem qualquer valor vinculativo e a eventual construção do cais de cruzeiros no molhe norte do porto da Praia da Vitória carece de autorização do Ministério da Defesa Nacional e das autoridades norte-americanas ao abrigo dos contratos de cooperação entre Portugal e os Estados Unidos, competindo ao Governo dos Açores encetar estas diligências e a respetiva negociação.

JP