Jornal da Praia

PUB

CDS/PRAIA FAZ VISITA AO CENTRO HISTÓRICO E PROPÕE AÇÃO CONCERTADA DOS MUNICÍPIOS PARA O TURISMO

Quinta, 06 de Setembro de 2018 em Atualidade 72 visualizações Partilhar

CDS/PRAIA FAZ VISITA AO CENTRO HISTÓRICO E PROPÕE AÇÃO CONCERTADA DOS MUNICÍPIOS PARA O TURISMO

O CDS da Praia da Vitória realizou, na semana passada, uma visita ao centro histórico da cidade praiense, com o intuito de conhecer os espaços turísticos visitáveis, nomeadamente a Igreja da Misericórdia, a Matriz da Praia da Vitória, a Casa – Museu Vitorino Nemésio e os Paços do Concelho.

Andreia Vasconcelos, Presidente do CDS da Praia da Vitória, realçou que esta visita serviu para reconhecer as potencialidades da cidade ao nível do património histórico e cultural e do seu aproveitamento para promover o destino Praia da Vitória, mas também para apurar o que ainda está por fazer na área do turismo.

A visita aos locais turísticos visitáveis no centro da cidade decorreu em cerca de duas horas, no período da manhã, o que para o CDS da Praia da Vitória é francamente pouco tempo, apesar da oferta disponível gerar interesse a quem visita a cidade e ser atrativa. Para o CDS da Praia da Vitória, é essencial que estes espaços estejam abertos não só em dias de semana, como também aos fins-de-semana, o que não se verifica. Além disso, julgamos que é necessário o município reforçar o quadro de pessoal que trabalha na área do turismo, para fazer face a necessidades prementes.

Na visita à Matriz da Praia da Vitória e à Igreja da Misericórdia, os centristas reconhecem a imponência daqueles espaços e a sua atratividade, porém, reclamam com preocupação ser “urgente apostar na conservação e restauro do património religioso existente, uma vez que a preservação do património garante a salvaguarda da memória coletiva”. Na visita à Casa – Museu Vitorino Nemésio, consideram ser essencial existirem livros de Vitorino Nemésio à venda. Na visita aos Paços do Concelho, reconhecendo que algum trabalho já foi feito, entendem ser necessário “aprimorar certos aspetos”.

Para o CDS da Praia da Vitória, uma das principais carências dos espaços visitados é a inexistência de acessos facilitados a pessoas com mobilidade reduzida e a carros de bebés, ou seja, determinadas necessidades especiais não estão devidamente previstas.

Segundo Andreia Vasconcelos, o pouco tempo passado no centro histórico da cidade explica-se pela pouca oferta e pela falta de dinamização dos espaços, além de que urge haver o reforço de locais onde as pessoas possam ir e, assim, permanecer mais tempo na Praia da Vitória. O CDS da Praia da Vitória relembra que o PS prometeu a abertura do Império das Figueiras do Paim e a implementação de um Centro Interpretativo do Culto do Espírito Santo, mas até agora nada foi concretizado. Para além disso, fazia parte do manifesto eleitoral do PS, o início do processo para a construção de um Museu da Base das Lajes, o que, no entender do CDS da Praia da Vitória, não passou de mais uma promessa que nunca verá a luz do dia.

Uma das preocupações do CDS da Praia da Vitória é encontrar uma forma de integrar as freguesias da Praia da Vitória na oferta turística do concelho. “Achamos que a estratégia de criação e abertura de núcleos museológicos em cada freguesia, consoante um tema específico, como está a ser implementado no concelho de Angra do Heroísmo, seria uma ideia a ter conta”, sugere Andreia Vasconcelos

A presidente da concelhia da Praia Vitória, entente também que “é fundamental, numa ilha como a nossa, que haja uma estratégia global e comum, devidamente concertada entre a Câmara da Praia da Vitória e a Câmara de Angra do Heroísmo, para que se promova e trabalhe a área do turismo, ou seja, uma verdadeira estratégia de ilha, de modo a que possamos obter os devidos proveitos dessa aposta”.

O CDS da Praia da Vitória na sequência dessa visita terá uma reunião com o deputado municipal Pedro Pinto, com o intuito de lhe dar a conhecer as conclusões retiradas da visita, bem como apresentará ideias e soluções que devem ser transmitidas ao executivo camarário na próxima Assembleia Municipal.

GC-CDS/JP