Jornal da Praia

PUB

Finalmente certificado o uso civil do Aeroporto das Lajes

Sexta, 24 de Agosto de 2018 em Editorial 627 visualizações Partilhar

Finalmente certificado o uso civil do Aeroporto das Lajes

No dia 22 de Julho, a Base Aérea das Lajes, na Ilha Terceira, foi certificada para utilização civil, o que era há muito tempo esperado pelos terceirenses em geral e pelos praienses em particular, tal pretensão concretizou-se e tornou-se momento de alto regozijo para todos.

Esperamos e temos a convicta esperança que tal facto irá mudar muita coisa no movimento aéreo das Lajes, em prol do desenvolvimento económico da Ilha Terceira e para o bem estar e conforto dos utentes das aeronaves que passam a aterrar e a descolar nas Lajes, deixando desde já ser preciso o pedido de autorização que tinha de ser feito com antecedência minima de setenta e duas horas ao Estado Maior da Força Aérea e à Autoridade Nacional de Aviação Civil, agora tal decisão sobre o tráfego aéreo passa a ser efectuado entre a Aerogar Civil das Lajes e o Comando da Base Aerea nº 4, situado nas Lajes, preveniu-se assim que os constrangimentos ao movimento civil que vinham sucedendo para prejuizo dos terceirenses fossem radicalmente eliminados.

Este processo que durou dois anos para produzir frutos, vem facilitar os pedidos de aterragem das escalas técnicas sejam imediatos, deixando de haver o entrave burocrático das setenta e duas horas de antecedência do pedido de autorização à Força Aérea Portuguesa e à Autoridade Nacional de Aviação Civil para utilização da Base das Lajes por aviões civis, ficando assim estabelecido novas formas procedimentais, para regular os movimentos das aeronaves civis “definidas de forma objectiva e transparente”, de acordo com as afirmações do Presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, aquando da cerimonia de atribuição de certificação civil, realizada no dia 22 de Julho no Aroporto das Lajes, à qual ele presidiu e esteve também presente o ministro da Defesa Nacional e do Planeamento e Infraestruturas.

A certificação "é total e completa", ficando o Aeroporto das Lajes apto a concorrer com todos os aeroportos nacionais em pé de igualdade, tornando-se assim mais apetecível para as companhias de aviação.

As autoridades locais  e regionais estão de parabens por terem arduamente lutado para que tal tenha sucedido, e devem lutar ainda mais para que o novo terminal de carga do Aeroporto das Lajes seja construído e começe a funcionar plenamente em 2020, e já tivemos a oportunidade de aderir à argumentação de Heliodoro Tarsicio, por correcta e sensata, argumentação que voltamos a realçar e secundamos: “A Força Aérea Portuguesa, que pertence a um pequeno país, cada vez mais pobre, menos importante e com menos cidadãos, quanto muito, deve ocupar apenar um pequeno espaço e usufruir de algumas facilidades, com especial ênfase nos serviços de busca e salvamento, a única valência da FAP, que realmente nos interessa. Para que não restem dúvidas defendo a conversão das Lajes, num aeroporto civil, com um pequena área militar.”

O Diretor
Sebastião Lima
diretor@jornaldapraia.com