Jornal da Praia

PUB

Papa Francisco I

Quinta, 28 de Março de 2013 em Editorial 1089 visualizações Partilhar

Papa Francisco I

O Conclave do Vaticano, no passado dia 13 de Março elegeu o novo sucessor de Pedro, o Papa Francisco, que numa primeira reacção disse: “o Bispo de Roma que os meus irmãos Cardeais escolheram, foram até quase ao fim do mundo para me buscar”.

O mundo Católico e não Católico rejubilaram de alegria com a eleição do novo Papa, o Cardeal – arcebispo de Buenos Aires, Jorge Mario Bergoglio que só foi ordenado sacerdote aos 32 anos, tem uma forte formação filosófica, teológica e ética, aliás como é apanágio da Ordem dos Jesuítas, e é o primeiro Papa Latino-americano e o primeiro Jesuíta a chegar à chefia da Igreja Católica.

O novo Papa de certeza que vai iniciar uma nova era na Igreja, pois a sua humilde atitude ao assumir o Pontificado, é demonstrativa por si só, que procura um conhecimento recíproco, através do “diálogo de vida” que só por si poderá consolidar vínculos de fraternidade e entendimento que garantam a estabilidade da sociedade e da família e o respeito pela liberdade religiosa.

Para o Papa Francisco, ninguém pode deixar de ser pessoa, ele é um servo da Igreja, dos pobres e para os pobres, tendo como modelo basilar S. Francisco de Assis.

Reflectindo bem, o novo Sumo Pontífice e Bispo de Roma, vai ser um verdadeiro intérprete do Concilio Vaticano II, pois aquele Concílio contém respostas para os inúmeros problemas que afligem o mundo Católico (nomeadamente os hediondos crimes pedófilos e a corrupção, armas diabólicas que por vezes surgem na Igreja Católica).

O Papa Francisco é uma lufada de ar fresco que entrou no Vaticano e se espalhará por todo o Mundo para que a vida humana passe a ter sentido de verdade e a Igreja seja solidária com o sofrimento dos mais pobres, dos humildes e dos deserdados, acolhendo-os e dando-lhes uma nova esperança de salvação.

O Bispo de Roma pede aliados a todas religiões e entre os não crentes “precisando de todos os que procuram a verdade, a bondade e a beleza”, dando prioridade no seu Pontificado à luta contra a pobreza, tanto material como espiritual.

Diretor/ Sebastião Lima