Jornal da Praia

PUB

GERADOR EÓLICO

Quarta, 06 de Junho de 2018 em Opinião 146 visualizações Partilhar

GERADOR EÓLICO

Ao olhar para a fotografia dum gerador eólico apetece dizer que é importante cada um de nós se esforce para “ler nas entrelinhas”, ou seja, descobrir o significado real ou intencional do que está para além do óbvio. E neste caso, o que está para além são os diversos processos de aproveitamento, não só da energia eólica, mas também da energia solar, e das ondas e marés, e até das folhas das plantas, cujo desenvolvimento poderá acarretar benefícios consideráveis à sociedade e às pessoas. O “ver nas entrelinhas” nos diversos assuntos que podem influenciar positivamente a vivência humana, também se aplica aos temas de base psicológica que continuamos a desenvolver nestes Cantinhos.

Enunciámos que o quarto equilíbrio essencial para a diminuição das situações de Stress situa-se entre ser demasiado calmo, e ser demasiado barulhento. Imagine-se, por exemplo, a passear numa rua, descansado da vida, tentando o relaxamento do corpo e da mente, e passa-lhe à tangente e toda a velocidade um carro com um rádio na sua potência máxima, a tocar música irritante, com elevados sons e tons, e constante repetição dos guinchos. Mas se não quiser o carro, substitua-o por potentes motorizadas, lambretas ou outros veículos de duas ou mais rodas, com escapes abertos, a entoar como trovões.

Mas ainda pode visualizar outra situação como a que acontece quando o uivar, latir e ladrar dos cães nas redondezas interferem com o seu bem-estar e dos seus vizinhos, não permitindo o descanso ou dormir sossegado. Ou imaginar-se na situação de alguém que escreveu: «tenho uns vizinhos tão queridos, que ouvem música aos altos berros, ao ponto de o chão do meu quarto tremer». Não é preciso ir muito além para perceber o que se passa na sociedade que se tornou, como é referido no Dicionário Lingee, mais barulhenta, com mais maquinaria, aparelhagens de alta-fidelidade e estereofónicas, aviões, comboios, e acima de tudo, as estradas.

Aliás aquele Dicionário apresenta exemplos de frases interessantes, tiradas de diversas fontes sobre a relevância e importância do equilíbrio que se está a defender: (1) sou a favor de legislação que estabeleça limites para o ruído em projectos específicos…; (2) os convidados chegam para descansar, para passear e para escapar ao ambiente barulhento da cidade …; (3) comer em ambientes muito ruidosos pode reduzir consideravelmente as capacidades sensoriais, impedindo até a plena apreciação do alimento; (4) tente tapar um ouvido quando estiver conversando com um amigo num ambiente ruidoso, e notará rapidamente que se torna difícil entender o que ele está proferindo; (5) mesmo com o uso de aparelhos auditivos, pessoas com perda auditiva ainda enfrentam dificuldades para ouvir em situações, como por exemplo quando há necessidade de usar o telefone para conversar ou quando se está num restaurante agitado.

Mas ainda há mais exemplos em relação ao ruído: (7) a decisão de passar na União Europeia a usar combustível com baixo teor de enxofre significa o fim dos motores de veículos, e de maquinaria agrícola movidos a diesel barulhentos, mal cheirosos, dispendiosos e de grande dimensão, que perturbam a qualidade do nosso ar, o sossego do ambiente e as comunidades; (8) os autocarros têm vindo a ser conotados com imagens depreciativas, porque são percebidos como barulhentos, poluidores, pouco fiáveis, lentos e inconfortáveis.

Passando agora ao ser demasiado calmo, e recorrendo à mesma fonte exemplifique-se: (a) não devemos ser demasiado apressados a legislar, e temos de agir com calma para ponderar as leis e adoptar uma abordagem mais responsável; (b) senhora presidente, penso que numa situação como a que estamos a viver temos de saber manter a calma. Enfim, chega de exemplos. Não é por acaso que quando se participa numa entrevista para emprego, ou num exame, se recomenda a manutenção de uma postura adequada e relaxada, de forma a sermos capazes de controlar ou mesmo dominar a excitabilidade e o nervosismo que a situação pode causar.

Enfim, espera-se em próximos Cantinhos apresentar técnicas psicológicas a recorrer para nos capacitar a lidar com as situações que nos afligem.

Referências:
Lingee (2017). Salvado em 03 Ago de Fonte: Dicionário inglês – português e buscador de traduções. Tema: Calmo e barulhento. Website: http://www.linguee.pt/.

NE: Texto publicado na edição impressa n.º 519 de 20 de abril de 2018.