Jornal da Praia

PUB

PRAIA DA VITÓRIA CONTINUA DE FORA DAS REUNIÕES DA COMISSÃO BILATERAL

Quarta, 02 de Maio de 2018 em Atualidade 99 visualizações Partilhar

PRAIA DA VITÓRIA CONTINUA DE FORA DAS REUNIÕES DA COMISSÃO BILATERAL

O presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória (CMPV), Tibério Dinis, acompanhado pela Vereadora Paula Ramos, responsável pelo pelouro do ambiente, reuniram com os ministros da Defesa Nacional e dos Negócios Estrangeiros, em simultâneo, a fim de reivindicar a presença da Autarquia nas reuniões bilaterais sobre a Base das Lajes e a descontaminação dos locais identificados como contaminados. Deste encontro, que decorreu no Palácio das Necessidades na passada segunda-feira, 30 de abril, ficou garantido, por parte do ministro dos Negócios Estrangeiros, o acesso da CMPV à documentação e procedimentos realizados no âmbito das reuniões da Comissão Bilateral Permanente.

"No âmbito da reivindicação da presença nas reuniões bilaterais entre os Estados Unidos da América e Portugal, reunimos com os ministros da Defesa Nacional e dos Negócios Estrangeiros, por considerarmos fundamental reafirmarmos a nossa posição sobre os desenvolvimentos, no que concerne à Base das Lajes e à descontaminação dos locais identificados como contaminados. Este pedido foi, uma vez mais, rejeitado e o Município continuará a não estar presente nestes encontros. Apesar de não concordamos com esta posição, obtivemos a garantia do acesso aos documentos e procedimentos realizados durante estas reuniões. Acredito que este é um passo importante para o Município e para a defesa dos interesses dos praienses ", adiantou o autarca.

"Como sempre, assumimos o compromisso da reivindicação pela descontaminação total dos locais identificados como contaminados. Com persistência continuaremos a trabalhar em prol do bem-estar dos praienses, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida de quem escolhe a Praia da Vitória para viver, visitar ou investir", salientou o edil praiense.

"Outro dos temas considerados neste encontro teve a ver com a cedência dos terrenos do Porto Americano, situado na Praia da Vitória. Reivindicamos esta situação, porque entendemos que esta infraestrutura deve dar o seu contributo para a economia do Concelho. Da parte do Governo da República tivemos a mesma garantia, já dada pelo Sr. Ministro da Defesa Nacional, a quando da sua visita à Praia da Vitória em março, encontrando-se o processo a aguardar parecer das entidades norte-americanas", disse.

"O Município da Praia da Vitória manter-se-á atento, alerta e em terreno perante esta situação, encetando contactos e reuniões dentro do quadro diplomático aberto e ao dispor da CMPV", reforçou.

O responsável municipal deixou ainda uma mensagem de esperança, assente em princípios como a proximidade e a persistência, a fim de reforçar a importância do concelho da Praia da Vitória nas relações externas.

"A Autarquia praiense continuará a trabalhar na persecução de medidas que contribuam para valorizar a Cidade e também as freguesias e Vila que integram o Concelho. Garantir o desenvolvimento local, apesar dos desafios associados à redução de efetivos militar na Base das Lajes, e a descontaminação dos locais identificados como contaminados, é uma das nossas prioridades", concluiu.

GP-MPV/JP