Jornal da Praia

PUB

GOVERNOS REGIONAL ENVIA AO PARLAMENTO E À CAMARA DA PRAIA, RELATÓRIO DO LNEC SOBRE SITUAÇÃO AMBIENTAL DECORRENTE DA BASE DAS LAJES

Quinta, 22 de Fevereiro de 2018 em No Concelho 118 visualizações Partilhar

GOVERNOS REGIONAL ENVIA AO PARLAMENTO E À CAMARA DA PRAIA, RELATÓRIO DO LNEC SOBRE SITUAÇÃO AMBIENTAL DECORRENTE DA BASE DAS LAJES

O Governo dos Açores entregou ontem nos serviços da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores o relatório do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) sobre os resultados da monitorização de água no concelho da Praia da Vitória.

O relatório, oficialmente designado por “Análise e Acompanhamento dos trabalhos de reabilitação para melhoria da situação ambiental envolvente aos furos de abastecimento de água do concelho da Praia da Vitória”, data de fevereiro deste ano e foi entregue ao abrigo da Resolução da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores n.º 20/2015/A, de 15 de junho.

Hoje, 22 de fevereiro, o presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tibério Dinis, que a Autarquia recebeu ao final da tarde de quarta-feira, 21, da parte do Governo Regional dos Açores, o mais recente relatório sobre os trabalhos de reabilitação para melhoria da situação ambiental envolvente aos furos de abastecimento de água do concelho de Praia da Vitória, produzido LNEC.

Segundo o autarca, o documento foi remetido aos deputados municipais para conhecimento e eventual discussão na reunião da Assembleia Municipal agendada para esta sexta-feira. O relatório foi também remetido para todos os vereadores do Município.

Numa análise preliminar o autarca destaca uma das conclusões do relatório relativa às análises, que citamos “resultados das análises de monitorização da qualidade da água evidenciaram que todos os parâmetros determinados em 2016 e 2017 se encontram em conformidade com as Normas de Qualidade, Anexo I da DAS e do Limiar de Qualidade, Anexo II e VII da DAS, definidas no DL 208/2008, com Valor Paramétrico definido no DL 306/2007 e DL 152/2017, relativos às normas da qualidade da água destinada ao consumo humano, e nos Standards in a Potable Groundwater Condition canadianos, com exceção do parâmetro cloreto, nos furos do Juncal e do Barreiro, e do parâmetro vanádio, em todos os furos. Estes elementos são de origem natural ou devem-se a processos de sobreexploração do aquífero de base, mas nenhum deles constitui um risco para a saúde pública”.

O autarca praiense adianta que, neste momento, o documento está sob análise de uma equipa de técnicos municipais, considerando a especificidade técnica e científica do relatório, aguardando as conclusões da análise.

O relatório do LNEC foi enviado para a Autarquia pela Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo.

GaCS/SRAPAP/GP-MPV/JP