Jornal da Praia

PUB

ATIVIDADE SÍSMICA EM SÃO MIGUEL REGISTA DIMINUIÇÃO

Domingo, 11 de Fevereiro de 2018 em Atualidade 154 visualizações Partilhar

ATIVIDADE SÍSMICA EM SÃO MIGUEL REGISTA DIMINUIÇÃO

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) informa que, segundo o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA), a atividade sísmica na parte central da ilha de S. Miguel se mantém acima dos valores de referência.

Desde as 23h47 de domingo foram registadas várias centenas de microssismos com epicentro entre as lagoas do Fogo e das Furnas, na sua maioria de magnitude inferior a 3 na escala de Richter.

De acordo com a informação recolhida, foram sentidos até ao momento 28 eventos, o mais forte dos quais ocorreu às 06h18, com magnitude 3,1 na escala de Richter e foi sentido com intensidade máxima de V na escala de Mercalli Modificada.

O último evento sentido foi registado às 11h25.

Na generalidade, os eventos têm sido sentidos numa faixa entre Água de Pau e Povoação, a sul, e Rabo de Peixe e Fenais da Ajuda, a norte.

Nas últimas horas têm-se verificado uma ligeira tendência de diminuição do número de eventos registados e da sua magnitude.

O SRPCBA e o CIVISA continuam a acompanhar o evoluir da situação, emitindo novos comunicados caso necessário.

GOVERNO ACOMPANHA SITUAÇÃO

O Secretário Regional da Saúde, Rui Luís, e a Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas, Ana Cunha, deslocaram-se ao final da manhã ao Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA), em Ponta Delgada, para se inteirarem da evolução da atividade sísmica que tem sido registada.

Rui Luís, em declarações aos jornalistas, salientou que o Governo dos Açores está a "acompanhar a situação desde a primeira hora", acrescentando que o Executivo, "através da Proteção Civil, acompanha com o CIVISA, em briefings de hora a hora”.

O titular da pasta da Proteção Civil assegurou que esse acompanhamento vai continuar “para perceber, ao longo do dia”, o evoluir da atividade sísmica.

“Perante este quadro, é necessário algum tempo para se ver a evolução e percebermos efetivamente qual é a situação e onde poderemos chegar”, afirmou.

O Secretário Regional apelou à população para que mantenha a calma e siga os conselhos de segurança do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores recomendados para estes casos.

Rui Luís revelou também que “as Câmaras Municipais, os Serviços Municipais de Proteção Civil, já estão todos notificados, a parte dos bombeiros também está de prevenção e agora é uma questão de mantermos todos a calma”.

O Secretário Regional pediu ainda para que a população esteja atenta, salientando que “quando sentirem algum sismo, convém que notifiquem o CIVISA porque é importante percebermos em que zonas é que estão a ser sentidos os sismos, porque isso é fundamental também para perceber o evoluir da situação”.

GaCS/ SRPCBA/HB/MS/JP