Jornal da Praia

PUB

WINDSURF RSX CONVERTIBLE CONHECE PRIMEIRO CAMPEÃO MUNDIAL NA PRAIA DA VITÓRIA

Sábado, 04 de Novembro de 2017 em Cultura e Desporto 49 visualizações Partilhar

WINDSURF RSX CONVERTIBLE CONHECE PRIMEIRO CAMPEÃO MUNDIAL NA PRAIA DA VITÓRIA

Durante os últimos cinco dias, a magnífica baía da Praia da Vitória acolheu o primeiro campeonato do mundo de Windsurf RSX Convertible, a mais moderna e multigeracional vertente do windsurf candidata a prancha olímpica em 2024, nos jogos a disputar na cidade das luzes – Paris.

Esta nova vertente distingue-se pela utilização nas pranchas de foils, apêndices que pela sua hidrodinâmica possibilitam elevações das pranchas a 1 metro da linha de superfície e que são utilizadas com ventos entre os 4 e os 18 nós. No caso de ventos com intensidades superiores, passa-se à utilização de quilhas (fins), que alterando o formato da regata, possibilitam a realização de provas com ventos até aos 30 nós.

Inicialmente previsto a participação de 40 velejadores, apresentaram-se em prova um total de 25. 20 homens e 5 mulheres. O título de campeão mundial foi arrecadado pelo francês Thomas Goyard (FRA3) que levou para casa o prémio de 40.000 euros, num evento com custos organizativos de 160.000 euros. Nos jovens, Corto Dumond (FRA528) em 9.º da geral foi o melhor. O único português em prova, Elisiário Carvalho (POR123), quedou-se pela derradeira posição.

No género feminino, Maelle Guilbaud (FRA5), foi a primeira da classificação. Em 4.º da geral e em 1.º na componente jovem, a francesa Héloise Macquaert foi a grande vencedora, numa prova que contou com um total de 5 participantes.

O primeiro campeonato do mundo de Windsurf RSX Convertiible foi organizado pelo Clube Naval da Praia da Vitória (CNPV) com o apoio do Governo Regional, do Turismo de Portugal, da Câmara Municipal da Praia da Vitória e de algumas empresas locais. Nos últimos cincos anos, esta é quinta vez que o CNPV é chamado a realizar provas de windsurf de âmbito internacional, num reconhecimento não só da excelência da baía da Praia da Vitória para a prática de desportos náuticos, como também do elevado rigor organizacional do CNPV.

JP – Online | Fotos: Eric Ballande