Jornal da Praia

PUB

ALEXANDRA MANES É A CANDIDATA DO BLOCO DE ESQUERDA À CÂMARA DA PRAIA

Segunda, 31 de Julho de 2017 em Atualidade 140 visualizações Partilhar

ALEXANDRA MANES É A CANDIDATA DO BLOCO DE ESQUERDA À CÂMARA DA PRAIA

Alexandra Manes, 42 anos, ajudante de educação especialista, foi hoje apresentada como candidata do Bloco de Esquerda (BE) à Câmara Municipal da Praia da Vitória, em conferência de imprensa no miradouro Humberto Delgado, Santa Rita, com magnifica vista para a Base das Lajes. A criação de emprego e a resposta aos problemas ambientais provocados pela utilização militar da Base das Lajes pelos Estados Unidos da América, foram assumidas como prioridades para o próximo mandato autárquico do BE à Praia da Vitória.

“As dificuldades criadas pelo período de cortes cegos, da responsabilidade do anterior Governo do PSD/CDS, a que se juntou o processo de redução do efetivo ao serviço dos Estados Unidos da América na Base das Lajes, e o perigo para a saúde pública que representa a poluição gerada pela utilização militar da Base das Lajes, são os maiores desafios para o futuro da Praia da Vitória”, disse a candidata.

Alertando para os perigos de saúde pública, Alexandra Manes salienta que o BE não irá compactuar com a forma leviana com que a situação da contaminação por hidrocarbonetos, nos aquíferos da Praia da Vitória tem sido tratada, e reitera que tem que ser o poluidor – os EUA - a cumprir a sua obrigação de garantir um processo de descontaminação profundo e tecnicamente suportado.

Quanto ao desenvolvimento económico, a candidata afirma que o BE “tem um rumo para o desenvolvimento económico do concelho da Praia da Vitória, que assenta em projetos concretos e exequíveis, com base nas condições e infraestruturas existentes”, nomeadamente num aproveitamento de todo o potencial comercial do porto, para que funcione como plataforma logística entre as Américas - norte, centro e sul - e a Europa, e do aeroporto, para que seja uma plataforma logística para a aviação civil.

“Não podemos continuar a permitir que o potencial da utilização civil destas duas infraestruturas seja desperdiçado, em nome de uma utilização militar que só nos prejudica. Basta de subserviência”, disse a candidata do BE, que não aceita “que os interesses bélicos dos norte-americanos esmaguem o desenvolvimento económico da Praia da Vitória”.

Na apresentação da candidatura, hoje, Alexandra Manes relevou que o BE quer acabar com a precariedade laboral na autarquia, garantido a integração de todos os trabalhadores precários e ao abrigo de programas ocupacionais que correspondam a necessidades permanentes, com um contrato de trabalho que respeite todos os seus direitos, e apresentou propostas para ação social, bem-estar animal, combate à violência doméstica, entre outras.

Para além de Alexandra Manes, os bloquistas açorianos deram ainda a conhecer o primeiro candidato à Assembleia Municipal da Praia da Vitória, o professor de 56 anos, Aníbal Garcia, que apresenta-se para ver representado naquele órgão máximo do poder autárquico o BE, para segundo diz, “fazer a diferença, tal como sempre faz”, o Bloco de Esquerda.

GI-BE/JP