Jornal da Praia

PUB

FESTA DO SENHOR SANTO CRISTO DOS MILAGRES COMEÇA SEXTA-FEIRA

Quarta, 17 de Maio de 2017 em Atualidade 278 visualizações Partilhar

FESTA DO SENHOR SANTO CRISTO DOS MILAGRES COMEÇA SEXTA-FEIRA

Iniciam-se na próxima sexta-feira, 19 de maio, e decorrem até 25, em Ponta Delgada, as festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres, a maior festividade religiosa dos Açores e uma das maiores do país.

As festividades que atraem anualmente a Ponta Delgada milhares de peregrinos de todas as ilhas, de vários pontos do país e das comunidades de emigrantes, são este ano, presididas pelo bispo de Fall River (Estados Unidos da América), Edgar da Cunha, localidade de residência de uma grande comunidade de emigrantes açorianos.

O ponto alto do programa ocorre no domingo, 21, com a procissão da imagem do 'Ecce Hommo' a percorrer vários quilómetros nas ruas da cidade de Ponta Delgada, ornamentadas por tapetes de flores. No sábado, durante a manhã, centenas de devotos do Santo Cristo percorrem de joelhos a calçada do campo de São Francisco em pagamento de promessas. Depois, ocorre a procissão de mudança de imagem do coro baixo do Convento da Esperança para a igreja anexa.

Este ano, contrariamente ao que vem sendo habitual, o tradicional desfile de homenagem ao Senhor Santo Cristo por motards, bombeiros e polícias, não se realizará no sábado, passando para a segunda-feira, dia feriado municipal em Ponta Delgada. "O sábado é o dia do peregrino e da promessa e tem que se dar esta prioridade", justificou Carlos Faria e Maia, provedor da Irmandade do Senhor Santo Cristo dos Milagres, entidade responsável pelas manifestações religiosas, em declarações à agência Lusa.

A festa do Senhor Santo Cristo ocorre anualmente no quinto fim de semana após o domingo de Páscoa, altura em que a imagem do 'Ecce Hommo' sai à rua em procissão, passando o resto do ano no Convento da Boa Esperança.

A primeira procissão do Senhor Santo Cristo terá sido realizada por iniciativa da Madre Teresa da Anunciada, devota desde da primeira hora da imagem do 'Ecce Hommo', ao ingressar no Convento da Boa Esperança, adotando uma atitude de entrega e intimidade, a quem chamava carinhosamente “meu Senhor” e “meu Fidalgo”. Desconhece-se com precisão o ano desta primeira procissão, com uns estudiosos a apontarem para o ano de 1700 e outros para 1698. A imagem terá chegado a São Miguel por oferta papal a um grupo de religiosas em visita a Roma. Também aqui, não há certezas quanto à identidade do papa, apontando-se para Paulo III (1534-1549), mas há estudiosos que afirmam ter sido o seu antecessor Clemente VII (1523-1534).

Certo, é que a imagem encontra-se no Convento da Esperança desde 1541, levada por Madre Inês de Santa Iria, religiosa da Galiza que a trouxe do Convento da Caloura, o qual erguido num rochedo à beira-mar, estava demasiado exposto a eventuais ataques de piratas e corsários que naquele tempo abundavam no mar dos Açores, ao abandonar o convento por razões de segurança.

LUSA/JP