Jornal da Praia

PUB

Primavera, vida nova

Quinta, 12 de Abril de 2012 em Editorial 900 visualizações Partilhar

Primavera, vida nova

Chegamos à Primavera, que é a estação do ano em que a natureza desperta em todos os seus sentidos, para nos presentear com os mais belos quadros idílicos.

Até os raios do sol na Primavera brilham mais, ajudam as flores a desabrochar e as árvores a ramificarem-se, dando um novo alento ao mundo que nos envolve

Primavera é esperança, impregnada no verde dos campos, abençoados pelo azul dos céus e acariciados pela maresia do oceano, transformando as paisagens da ilha numa beleza imorta

Esperança essa que deverá retemperar as nossas forças, para que possamos resistir à crise que nos assola de forma devastadora, devido a uma especulação capitalista irracional e incontrolável.

Saibamos tirar partido da esperança, para que a crise, que não é só económica e financeira, mas também de valores ético-sociais seja ultrapassada para que novamente consigamos atingir patamares de um desenvolvimento económico e social harmónico e consolidado.

Pois os nosso políticos, nossos economistas, os nossos governantes não souberam ainda superar a tão propalada crise, admitida tardiamente e por vezes de forma demagógica, levando o povo a desconfiar da política e dos políticos, por isso chegou a altura daquelas entidades actuarem de forma mais eficaz para ultrapassarmos a crise, e construir uma nova era, mais pacifica, mais próspera, mais fraterna e mais justa, então valeu a pena lutar para pôr fim à tragédia que nos encontramos, senão, só nos resta dizer como Fernando Pessoa no seu Ultimatum “e tu, Portugal – centavos, resto da Monarquia a apodrecer República, extrema – unção – enxovalhada da Desgraça, colaboração artificial na guerra com vergonhas naturais em África!”