Jornal da Praia

PUB

Portugal é campeão europeu!

Sexta, 29 de Julho de 2016 em Editorial 624 visualizações Partilhar

Portugal é campeão europeu!

Portugal é campeão europeu de futebol, venceu a Selecção Francesa na final realizada no Stade de France, em Saint-Denis, a norte de Paris, com um magnifico golo de Éder aos 109 minutos, no passado dia 10 de Junho, um mês depois do dia de Portugal e das Comunidades Portuguesas espalhados pelo Mundo.

Não deixa de ser curiosa esta impressionante vitória da Selecção Lusa, sobre a Selecção Francesa, numa época de grave crise económica, em que Portugal é afectado pelo problema da divida soberana que se arrasta há muito tempo e sem solução previsível, que prejudica gravemente a imagem da zona euro e da União Europeia, ultimamente distanciando-se de uma solução positiva com o referendo no Reino Unido pronunciando-se pela saída da Grã-Bretanha da Comunidade Europeia.

A equipa portuguesa cumpriu os objectivos a que se tinha proposto de forma genial, com o seu Selecionador Fernando Santos, um homem que desde o inicio, mesmo nos primórdios deste Campeonato Europeu sempre demonstrou uma fé inabalável na vitória da Equipa das Quinas e ao mesmo tempo transmitindo de forma implacável tal ideia contagiante a todos os jogadores da Seleção Nacional que se uniram em torno desta crença, que só a vitória no Europeu era a única saída possível.

A Seleção Portuguesa, contou com a presença do madeirense Cristiano Ronaldo, o melhor jogador do mundo, e de Eliseu, açoriano natural de Angra do Heroísmo, de que nos orgulhamos da sua colaboração para o sucesso incrível e há muito desejado do futebol português.

Portugal está de parabéns, o povo orgulha-se da vitória, enfim que tem como consequência inédita o afastamento, embora provisório dos nefastos efeitos de crise económica e financeira que se tornam inquietantes e difíceis de ultrapassar.

Esta atitude irrepreensível de vitória e de glória da Selecção de Portugal, devia e deve modelar-nos a todos, nomeadamente os nossos políticos para se conseguir construir um país melhor, mas infelizmente, abundam exemplos vergonhosos, nomeadamente o caso recente de Durão Barroso que sem qualquer pejo, deu um salto de Presidente da Comissão Europeia para o Goldman Sachs, monstruosidade carregada de imoralidade subordinando a política aos interesses da alta finança, por isso tinha razão Einstein quando afirmou “o destino da humanidade repousa essencialmente e mais do que nunca sobre as forças morais do homem”.

O Diretor
Sebastião Lima
diretor@jornaldapraia.com