Jornal da Praia

PUB

AIR Center

Sexta, 08 de Julho de 2016 em Editorial 822 visualizações Partilhar

AIR Center

Ultimamente muito se tem falado nos órgãos de comunicação social, local, regional e mesmo nacional sobre os projectos do AIR Center que podem vir a ser implantados na Base das Lajes, desta Ilha Terceira.

O centro do AIR Center (Azores International Research Center) pode tornar-se numa realidade inegável, e esta notícia foi dada recentemente pelo Ministro da Ciência do Governo da Republica, Manuel Heitor, a um órgão de comunicação de Lisboa, informando que este projecto resultará de uma parceria com o Ministério da Ciência, o Governo Regional dos Açores, a NASA, o Departamento de Energia dos Estados Unidos da América do Norte, a Agência Americana de Meteorologia e Oceanos, diversas empresas e universidades portuguesas e americanas.

Há muito tempo que o nosso jornal defende que a Base das Lajes tem inúmeras valências a explorar, que certamente facilitarão o acolhimento de tal projecto, mas temos dúvidas na sua ágil implementação, devido ao comportamento da Força Aérea Portuguesa, que teima de forma neocolonialista, dificultando a utilização do Aeroporto das Lajes para fins civis, o que recentemente aconteceu, nomeadamente no dia 15 de Junho, a pista de aviação das Lajes esteve fechada para a aviação civil durante duas horas, por decisão do Comando da BA4, a fim de se efectuarem cerimónias militares, que podiam e deviam certamente ter sido realizadas noutro local da base, e não na pista, impedindo-se assim constrangimentos necessários ao bom funcionamento e utilização do Aeroporto das Lajes para fins civis, pois a Constituição da Republica é clara, o povo é que é soberano e as Forças Armadas estão ao seu serviço e na defesa dos seus interesses, o que no caso concreto não se verifica. As escalas técnicas na Base das Lajes são cada vez mais escassas e há meses que são inexistentes, tudo por força das dificuldades levantadas pela Força Aérea, que apesar dos seus responsáveis recentemente aquando da comemoração dos 75 anos da Força Aérea nas Lajes, terem afirmado que tal questão estava ultrapassada…

Concluindo, para quando a resolução destas questões que entravam a utilização e consequentemente desenvolvimento da Base das Lajes, a fim da vertente de utilização civil ser uma realidade, e as novas valências que se vislumbram possam ser concretizáveis, sem peias ou impedimentos indevidos e injustificáveis.

O Diretor
Sebastião Lima
diretor@jornaldapraia.com