Jornal da Praia

PUB

Editorial - Governo Regional dos Açores

Segunda, 14 de Julho de 2014 em Editorial 1025 visualizações Partilhar

Editorial - Governo Regional dos Açores

No passado dia 6 de Julho, o Governo Regional dos Açores reformulou a sua estrutura, substituindo dois dos seus elementos, isto é, mudou dois Secretários Regionais e acrescentou outros dois na sua orgânica governativa.

Estes factos surpreenderam todos os Açorianos, porque não houve desta vez vozes capazes de vaticinar os referidos acontecimentos.

O Presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro fugiu a uma das suas promessas eleitorais, ao delinear tais medidas, pois de um executivo que se pretendia mais pequeno de sempre, aumentou-o porque na prática a tal medida da pequenez levantou-lhe problemas de ordem prática e de grande envergadura, e para serem ultrapassados mostrou-se imprescindível a remodelação em causa, dando assim maior eficácia na gestão governativa açoriana.

O governo dos Açores tem duas novas secretarias, a secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, situada na cidade da Horta a cargo do Secretário Regional Fausto Brito e Abreu, licenciado em Biologia pela Universidade de Lisboa e doutorado em Zoologia pela Universidade Oxford e a secretaria Regional Adjunta da Presidência para os Assuntos Parlamentares, chefiada por Isabel Rodrigues, licenciada em Direito, cuja a secretaria está sediada na cidade de Ponta Delgada.

Os secretários regionais substituídos, Luiz Fagundes Duarte por Avelino Meneses ex-reitor da Universidade dos Açores na secretaria Regional de Educação Ciência e Cultura, e Piedade Lalanda por Andreia Cardoso, que já foi Directora Regional da Solidariedade e Segurança Social e do Centro de Gestão Financeira da Segurança Social e também Presidente da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo.

Não existem dúvidas que entraram para o Governo Regional dos Açores pessoas com grande valor cultural, cientifico, e que já têm demonstrado as suas «relevantes competências» e uma vontade imensa e transformadora da sociedade onde estão inseridos, razão pela qual estamos todos esperançados que irão introduzir melhorias significativas para bem dos açorianos e dos Açores.

 

Director, Sebastião Lima

Foto/ GACS