Jornal da Praia

PUB

Opinião - Notícias

A BATALHA DO PICO CELEIRO

A BATALHA DO PICO CELEIRO

Sexta, 04 Outubro, 20191452

Há exatos 191 anos, a 4 de outubro de 1828, dava-se a Batalha do Pico Celeiro, entre absolutista e liberais da Ilha em plenas Fontinhas, iniciando uma nova fase na História da Ilha que iria depois influenciar a História do país.

O ESPÍRITO AÇORIANO

O ESPÍRITO AÇORIANO

Sexta, 04 Outubro, 2019553

Não foi a primeira vez nem será a última que os encontros insulares com furacões se manifestam.

ARRANQUE DO ANO LETIVO

ARRANQUE DO ANO LETIVO

Sexta, 04 Outubro, 2019555

O novo currículo do ensino básico esteve em discussão pública envolvendo a generalidade das escolas e da comunidade educativa açoriana.

[…] Este afã reformista arrisca mesmo não deixar «pedra sobre pedra» e a converter a escola num estaleiro de experiências pedagógicas de resultado duvidoso.

MISCELÂNEA DE VERÃO

MISCELÂNEA DE VERÃO

Segunda, 30 Setembro, 2019524

Neste pico de verão, onde uns quantos estão à espera de praia e sol, outros tantos espalham confusão, desespero, guerra e dor, como que a equilibrar o caos em que funciona todo o Universo.

D. ANTÃO DE ALMADA – 1º CAPITÃO-GENERAL DOS AÇORES

D. ANTÃO DE ALMADA – 1º CAPITÃO-GENERAL DOS AÇORES

Sábado, 28 Setembro, 20191358

Antão de Almada nasceu a 19 de abril de 1718, em Condeixa-a-Nova. Era filho de Luís José de Almada, 10º conde de Avranches, 13º senhor dos Lagares d' El-Rei e 8º senhor de Pombalinho e de D. Violante de Portugal. Foi meio-irmão mais novo de Lourenço Joseph de Almada, 11º conde de Avranches.

MINORIAS SILENCIADAS

MINORIAS SILENCIADAS

Sexta, 27 Setembro, 2019449

Em praticamente nenhuma lista - até este momento - se vislumbram candidatos ou candidatas negros. Nas próximas eleições legislativas para São Bento, a 6 de outubro deste ano, nenhum partido teve ainda a coragem de incluir, em lugar elegível, um candidato/a negro para deputado à Assembleia da República.

SERÁ O POVO QUEM MAIS ORDENA?

SERÁ O POVO QUEM MAIS ORDENA?

Sexta, 27 Setembro, 2019168

Ao longo desta campanha e 45 anos depois da implantação de um regime democrático, o país ainda sofre de uma forte bronquite asmática, derivado ao uso excessivo no passado da droga PREC. Os pulmões ainda se contornam com forte tosse. Os danos da altura, foram irreparáveis e a cura ainda não está segura.

SOBRE OS FORTES DA ILHA TERCEIRA (II)

SOBRE OS FORTES DA ILHA TERCEIRA (II)

Quinta, 26 Setembro, 2019344

Património perdido e recuperável (Continuação)