Jornal da Praia

PUB

Opinião - Notícias

Tertúlia de Radioamadores da Praia da Vitória

ESPAÇO RADIOAMADOR_4 (2)

Quinta, 27 Junho, 20131153

Tertúlia de Radioamadores da Praia da Vitória

 

 

Texto e Foto/ Carlos Tomé Lourenço – CU3AAD

 

Poupar não significa deixar de usar mas sim usar com mais atenção a electricidade no dia-a-dia.

É usar menos e se usar menos electricidade, vai gastar menos dinheiro por mês.
É simples, eficaz e basta um pequeno gesto que já conhece: desligar interruptores.
O ideal é tornar as dicas abaixo em hábitos quotidianos – gestos económicos.
-Habitue-se a desligar todas as luzes cada vez que sai de uma divisão… afinal há algum motivo para a luz do quarto estar acesa se está fora da divisão?

 

Paliativos

O Cantinho do Psicólogo (112): PALIATIVOS

Quarta, 26 Junho, 2013996

Texto e Foto/ A. Pamplona* | a.pamplona@sapo.pt

 

Ainda sobre o que se disse sobre as desgraças que nos batem à porta, nomeadamente em termos de perdas de sonhos e modos de vida, ou até das pessoas que nos estão próximas, e que nos afectam sensivelmente, reforce-se a importância de, após darmos espaço para o lamento, sermos capazes de reparar o estrago, e de tomar medidas para enfrentar a nova realidade. Atingir estes objectivos impõe a necessidade de: (a) manter na vida uma atitude positiva e significativa; (b) ser criativo para despertar a imaginação; e (c) utilizar as capacidades do pensamento para desafiar as suas potencialidades.

 

Manuel, o assobio e a dentuça de Ti Silvestre

Manuel, o assobio e a dentuça de Ti Silvestre

Sexta, 21 Junho, 2013959

Texto e Foto/ Manuel Ferraz Cardoso | ferrazcardoso@sapo.pt

Manuel era sorna, muito pobre, e… resignado. Vivia de acordo com a sua índole, assumindo atitudes e posturas compassivas com o seu querer e com a vontade dos outros. Desta forma criava o seu espaço de comodidade, numa indiferença serena, perante a vida e a labuta, fugindo tanto da realidade da vida como da rudeza do trabalho, aproveitando o vinho e o calor do Sol sentado num canto qualquer onde pudesse saborear os seus silêncios.

 

CANTO DO TERESINHA - QUEM DISSE ISTO, QUEM FOI?

CANTO DO TERESINHA - QUEM DISSE ISTO, QUEM FOI?

Quarta, 12 Junho, 2013933

Foto/ http://digitalblue.blogs.sapo.pt

 

O Canto do Terezinha gosta de ler coisas escritas por outros, quando discretas, e vai daí um dia destes, na revista Sábado, e da pena de Gonçalo Bordalo Pinheiro, leu os excertos que a seguir se reproduzem com a devida vénia, da autoria de conhecido político, e que aqui se arquivam para memória futura, não vá a memória dos povos ser curta demais...

 

PERISCÓPIO: A FELICIDADE DO REGRESSO

PERISCÓPIO: A FELICIDADE DO REGRESSO

Terça, 11 Junho, 2013964 Texto e Foto/ António Neves Leal       1-  É com enorme alegria que volto ao vosso convívio através deste simpático e combativo jornal que, desde 1991, sempre me acolheu com carinho e estima, e desejaria registar e agradecer publicamente essa gentileza, neste momento. Se quando comecei a colaborar era maravilhoso vir à Praia da Vitória, não só pelos banhos benéficos das suas salsas águas e pelos ensaios do Orfeão, durante 18 anos, e  encontros com amigos e leitores  do nosso quinzenário, agora com muito mais razão me rendo, de corpo e alma, a esta cidade, escrínio de tantas memórias históricas e recordações pessoais de momentos felizes, aqui  vividos, sobretudo  após  o nascimento da Violeta, no passado dia 5 de março.
HIGHTECH -  MAC my day

HIGHTECH - MAC my day

Terça, 11 Junho, 2013759

Texto e Foto/ Paulo Brasil Pereira | paulo.pereira@media-9.pt

 

Se comprar um portátil é uma decisão difícil, não comprar um Mac mais difícil é ainda.

É verdade que é dispendioso, mas possui fiabilidade e versatilidade de aplicações para o tornar algo indispensável. E se o roubarem...credo...cai o mundo.

 

Humberto Delgado, o General Sem Medo

Humberto Delgado, o General Sem Medo

Domingo, 09 Junho, 20133443

Texto/ Francisco Miguel Nogueira | franciscomgl@gmail.com

A 9 de junho de 2013 a verdade histórica volta a ser restabelecida, com a reinauguração do Miradouro Humberto Delgado na Serra de Santiago. O miradouro em homenagem a Delgado foi construído, depois da II Guerra, na Serra de Santiago, onde, posteriormente, a placa com seu nome foi destruída, possivelmente em consequência das eleições de 1958. Humberto Delgado recebeu esta honra pelo seu papel decisivo na História da Base das Lajes, da Terceira, dos Açores e até de Portugal durante a II Guerra.

 

O DELÍRIO DA FALTA DE EMPREGO

O DELÍRIO DA FALTA DE EMPREGO

Terça, 04 Junho, 20131123

Texto/ Lénia Aguiar | lenia.aguiar@live.com.pt

 

Nos dias correntes o mercado de oferta de trabalho tem estado escasso, há cada vez mais pessoas desempregadas e muitos jovens a terminar os seus cursos e a não conseguirem se integrar no mercado de trabalho. Nem sempre os locais de estágios garantem emprego para sempre e depois envolvem-se em trabalhos que não gostam o suficiente e em que ganham pouco, decidindo viajar para outros meios para atingir os patamares que sonhavam, afastando-se das suas famílias e por vezes não encontrando o objectivo e a felicidade necessária.