Diretor: Sebastião Lima
Diretor Adjunto: Luís Moniz
Últimas Notícias

O NRP João Roby terminou ontem dia 11 de abril mais uma missão na Região Autónoma dos Açores (RAA), com duração de cerca de 3 meses, e ruma agora com destino à Base Naval de Lisboa. Durante esta missão o navio cumpriu 2160 horas de missão, percorrendo 5825 milhas náuticas, o equivalente a 10.787 kms.
​​​​​Em colaboração com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento das Lages (RCC Lages), a corveta João Roby realizou diversos exercícios de busca e salvamento marítimo – SAREX (Search and Rescue Exercises) diurnos e noturnos, em conjunto com o helicóptero EH-101 da Força Aérea Portuguesa (FAP).
O navio foi empenhado em diversas áreas de atuação nomeadamente, no âmbito da busca e salvamento e ao nível de tarefas de interesse público, prestou apoio logístico a organismos públicos de forças de segurança, através de transporte de material.
No âmbito da vigilância dos espaços marítimos do arquipélago dos Açores, o NRP João Roby monitorizou reservas marinhas, áreas sensíveis e zonas de maior atividade de pesca, nomeadamente a Reserva Natural dos Ilhéus das Formigas, Bancos D. João de Castro, Condor, Açores e Princesa Alice, entre outros.
Durante a missão, que agora termina, foram realizadas diversas ações protocolares junto das entidades governamentais, realçando-se a visita ao Presidente do Governo Regional dos Açores, dinamizando assim o contacto junto com a comunidade Açoriana.
O NRP João Roby é comandado pelo capitão-tenente Pedro Miguel Costa Caetano e tem uma guarnição de 75 militares.​

O Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tibério Dinis, visitará, na próxima segunda-feira, as diversas zonas balneares da Freguesia de Porto Martins, para as quais foi apresentada, em outubro do ano passado, uma Estratégia Municipal de Valorização Turística.
Inseridas no programa da “Presidência Aberta” àquela freguesia – a mais recente do Concelho da Praia da Vitória, que celebra, no próximo mês de maio, 20 anos que foi elevada à categoria de Freguesia – as visitas do executivo municipal às zonas balneares da Baía da Câmara/Baía das Canas, Porto Sr. Guilherme e Piscinas Naturais, decorrerão a partir das 14h00.
Recorde-se, a propósito que, da Estratégia de Valorização para as Zonas Balneares do Porto Martins, apresentada o final do ano passado, foi anunciada a intenção de, na Baía das Canas (ou Baía da Câmara como era conhecida antigamente), aumentar o espaço de solários, através da instalação de plataformas amovíveis em deck de madeira, equipando a zona também com duches, equipamentos segurança, novos corrimões e escadas de acesso ao mar.
Já no Porto Sr. Guilherme existem dois privados (proprietários de uma antiga garagem e de um outro espaço de arrumação) que têm, neste momento, projetos de licenciamento a correr os seus trâmites nas entidades competentes para a instalação de um espaço de bar e restauração, enquanto, paralelamente, a Autarquia fará o melhoramento e reordenamento do parque de estacionamento, a instalação de duches, novos equipamentos de segurança, corrimões e escadas de acesso ao mar, prevendo-se ainda uma intervenção de correção dos solários e o seu eventual crescimento em deck.
No que toca às Piscinas Naturais do Porto Martins (zona balnear com qualidade de Bandeira Azul da Europa e distinguida como Praia Acessível para portadores de mobilidade reduzida), o Presidente do Município revelou que será feita uma intervenção ao nível da reposição e reparação dos espaços de solário e correções ao nível de alguns acessos, particularmente destinados às pessoas de mobilidade reduzida ou portadoras de deficiência. Para além disso, registe-se uma melhoria ao nível dos equipamentos de segurança, dos corrimões e escada de acesso ao mar.
Do programa da “Presidência Aberta” ao Porto Martins, no próximo dia 12 de abril, destaque ainda para audiências com a população, visitas e reuniões às instituições, coletividades e empresas da localidade.
As audiências com os munícipes decorrerão no Salão Cultural do Porto Martins, sendo, no entanto, necessário o seu agendamento prévio, através de contacto para o Gabinete da Presidência da Câmara Municipal, até ao próximo dia 9 de abril, por telefone, 295 540 200/211, ou correio eletrónico – Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. –, indicando o nome, contacto e assunto a tratar. Ao final do dia realizar-se-á a reunião pública de Câmara.

O Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tibério Dinis, anunciou, esta segunda-feira, que “até ao final do corrente mês de abril” serão apresentadas “várias soluções técnicas” que visam “dar uma resposta de curto prazo” ao aumento de alunos na Escola Primária de Fontinhas e nas suas valências de Creche e Centro de Atividades de Tempos Livres (CATL).
No âmbito da “Presidência Aberta” à Freguesia de Fontinhas, o executivo municipal reuniu com a Direção da unidade escolar, com representantes dos pais e dos concessionários dos serviços municipais de Creche e CATL, tendo em vista “o bom problema que temos para resolver”, isto é, o aumento de alunos na Escola em virtude da sinergia existente entre as várias valências educativas.
“Temos em mãos um bom problema para resolver. Depois de anos em que todos fomos confrontados com a redução do número de alunos, agora, fruto da estratégia municipal que temos vindo a desenvolver na Praia da Vitória, de disponibilização de serviços de Creches e CATL’s nas escolas que ficaram em funcionamento nas freguesias, começamos a ter aumento de procura para a oferta disponível, o que se passa aqui nas Fontinhas, mas também já nos foi reportado, na última Presidência Aberta que realizamos à Freguesia de Fonte do Bastardo”, revelou o Autarca.
Assim, e considerando as limitações de espaço no edifício da Escola Básica do 1.º Ciclo e Jardim de Infância Irmãos Goulart, Tibério Dinis comprometeu-se com as entidades com quem reuniu a “estudar várias soluções técnicas alternativas, que possam ser tecnicamente projetadas e orçamentadas, para que as possamos apresentar à comunidade escolar, serem debatidas e escolhida a melhor solução, tendo em vista a disponibilização dos espaços que faltam a tempo do arranque do próximo ano letivo e sem que exista a necessidade de recusar a inscrição de novos alunos na Escola”.
Em causa, segundo revelou, está a necessidade de disponibilização de mais uma sala para lecionação do ensino regular do 1.º Ciclo e de mais uma sala para o CATL, considerando “que se perspetiva um aumento do número de alunos na Escola já no próximo ano letivo”.
Ora, salientou, “é para darmos resposta às solicitações de inscrições nesta escola, no próximo ano letivo, e para que não seja necessário recusar o ingresso de novos alunos nesta valência educativa, que vamos procurar criar as condições para possa continuar a desenvolver o seu projeto educativo”.
Tibério Dinis não tem dúvidas que este aumento de procura pelas escolas e pelas valências socioeducativas que lhes estão associadas nas diferentes freguesias do Concelho “é fruto do sucesso da estratégia implementada nos últimos anos por parte do Município de instalação de serviços de creches e CATL junto das Escolas de Freguesia”, pois, frisou, “estamos a começar a inverter a tendência de decréscimo de alunos nestas escolas”.
Recorde-se que a Escola Irmãos Goulart funciona em instalações construídas pela Câmara Municipal da Praia da Vitória, albergando também as valências de apoio socioeducativo disponibilizadas pela rede municipal, dispondo, atualmente, de 4 salas de aula do 1.º ciclo, 3 salas para o ensino Pré-escolar, biblioteca, sala de professores, cozinha, refeitório e ginásio, estando adaptada para cidadãos com mobilidade reduzida. Situada entre a Casa do Povo, o Campo Municipal Dr. Durval Monteiro, o Pavilhão Desportivo Municipal e a Sociedade Musical União das Fontinhas, a infraestrutura tem pátios dotados de equipamentos infantis, jardins, campo vedado com relva sintética e telheiro.
A visita à Escola Básica do 1.º Ciclo e Jardim de Infância Irmãos Goulart e às suas valências socioeducativas, nas Fontinhas, inseriu-se no âmbito da “Presidência Aberta às Freguesias e Vila do Concelho da Praia da Vitória”, que na próxima segunda-feira realizar-se-á na Freguesia de Porto Martins.

Acerca do Jornal da Praia

Este jornal é um quinzenário de informação geral que tem por objetivo a divulgação de factos, opiniões, debates, ideias, pessoas, tendências, sensibilidades, em todos os domínios que possam ser importantes para a construção de uma sociedade mais justa, livre, culta, inconformada e criativa na Região Autónoma dos Açores.

Este jornal empenha-se fortemente na unidade efetiva entre todas as ilhas dos Açores, independentemente da sua dimensão e número de residentes, podendo mesmo dar atenção primordial às ilhas de menores recursos, desde que tal postura não prejudique a implantação global do quinzenário no arquipélago dos Açores.

Área do assinante